keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Nova loteria deve destinar parte da arrecadação para times de Brasília comandados por políticos

Leia na Coluna Esplanada de hoje direto de Brasília

X
Imagem Ilustrativa/Pixabay

Gol dos cartolas

Sem tradição nacional no futebol, os times de Brasília vão ganhar aporte mensal, um presente milionário, para turbinar os clubes que orbitam entre as Séries C e B. O Projeto de Lei da nova Loteria do DF prevê, no Artigo 6º, que 5% da arrecadação de cada premiação sejam repassados a times do território. Ganha o torcedor, e ganham mais ainda dois expoentes políticos que vivem no alambrado.

Arquibancada

Marido da deputada Paula Belmonte (Cidadania), o empresário Luiz Felipe Belmonte é dono do Real Brasília. O Brasiliense, mais premiado da capital, é de propriedade do ex-senador Luiz Estêvão. Um golaço da dupla, nota quem assiste da arquibancada.

Intrépido

A segurança presidencial está possessa com o chefe. Na terça-feira à noite, dia 3, na Vila Planalto – bairro atrás do Palácio –, o Corpo de Bombeiros bloqueou o trânsito para socorrer um motoqueiro da comitiva. Quem estava no grupo, confidencia que era o intrépido piloto Bolsonaro.

Manobra

É fato que João Doria não é palatável à parte do PSDB – a oposição é natural e ocorre com os presidenciáveis nos partidos. Mas nesse caso só falta o tucano sofrer assalto à mão armada, tamanha a manobra para lhe tirarem da disputa. Não há precedente no ninho de um vencedor de prévia ser barrado numa disputa presidencial.

Fundão

O golpe surgiu da turma que quer acesso ao fundo eleitoral, e vislumbra fechar aliança com um eventual Governo de Lula ou Bolsonaro, por altos cargos na gestão. Nessa tentativa, usaram de bucha até o governador gaúcho Eduardo Leite. Primeiro, nas prévias;  e depois, em visitas a Doria.

Linha tênue

As trocas no comando da Petrobras chegaram à linha tênue que separa o bom senso do rompimento entre chefe e subordinado. Jair Bolsonaro e Paulo Guedes têm trato de o presidente não se meter no preço dos combustíveis. Mas virou questão de sobrevivência. Como revelou a Coluna, Bolsonaro perdeu o controle até dos seus conselheiros na administração.

Roland Garros

A Missão Passeio a Paris não ficará apenas na dupla de servidores André Barbosa e Marcelo Magalhães. O ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, decidiu também embarcar para a França — e levou junto a chefe do Cerimonial, Carolina Campos. Com tudo pago por você, eles prestigiam evento na Normandia e depois curtem o torneio Roland Garros.

Nada ou ninguém

No Podemos, Sergio Moro era tratado como rei e (real) candidato ao Planalto. Agora orbita entre ser nada ou ninguém na corrida eleitoral, e pode ter sido vítima de um plano muito bem engendrado. Uma vez candidato, ele tiraria votos do presidente. Entre portas, há quem indique que o controlador do União Brasil, Luciano Bivar, está fechado com Bolsonaro, e ambos combinaram de excluir Moro da disputa.

Na ‘ativa’

O general Villas Bôas, a despeito da saúde debilitada, continua ativo no cenário político. O instituto que leva seu nome, aliado aos institutos Sagres e Federalista, lançaram o Projeto de Nação, no setor militar em Brasilia.

Outro Cabral

A Casa Alta é um museu à parte. Mas há quem exagere. Os que chegam à Liderança do Podemos no Senado veem um busto de bronze que remete à figura de Pedro Álvares Cabral.

Bolsas

Até o dia 31 de maio, estão abertas as inscrições para o Programa de Formação em Gestão de Pessoas (PFGP), destinado a servidores públicos. Há seis bolsas para candidatos de acordo com critérios de diversidade e outras 12 para times de gestão de pessoas. Mais informações estão em http://fjp.mg.gov.br/programa-de-formacao-em-gestao-de-pessoas/

Fonte: Clicsc

Política

Apoiadores acreditam que Bolsonaro participará de café em Itapema no final de semana

Por enquanto, o único evento confirmado do presidente na região é a Marcha Para Jesus, que acontece no sábado (25)

Política

Polícia Federal prende ex-ministro da Educação Milton Ribeiro

A PF investiga Ribeiro por suposto favorecimento aos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura

Política

Bolsonaro deve participar da Marcha para Jesus em Santa Catarina

A expectativa é de que milhares de pessoas ocupem as areias da praia central de Balneário Camboriú no primeiro sábado de julho

Política

Gaspar é oficialmente a Capital da Moda Infantil no Brasil

Projeto de lei é de autoria do deputado federal Rogério Peninha (MDB/SC)

Mais notícias

Geral

Âncora da CNN comete gafe e fala palavrão ao vivo; Veja o vídeo

Internautas não perdoaram e vídeo viralizou na web

Segurança

Homem descumpre medida protetiva contra ex-mulher e acaba preso em Gaspar

Ela possuía medida protetiva de afastamento e proibição de manter contato desde o ano passado