keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Nova ponte deve ser construída na BR-101 entre Itajaí e Navegantes

A proposta consta nos planos da concessionária e a construção deve ser feita paralela à duas pontos já existentes

X
Divulgação

A Arteris Litoral Sul, concessionária responsável pelo trecho da BR-101 que corta o Litoral Norte catarinense, planeja a construção de uma nova ponte sobre o Rio Itajaí-Açu entre as cidades de Itajaí e Navegantes.

A proposta consta nos planos da concessionária e a construção deve ser feita paralela à duas pontos já existentes, funcionando como marginal no sentido Norte e saída para a BR-470. O projeto foi apresentado na semana passada para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Na defesa do projeto, a concessionária afirma que a travessia extra é necessária também porque “a possibilidade de colapso operacional da BR-101/SC no local é iminente”. O deslocamento entre Itajaí e Navegantes, por exemplo, poderia ser feito todo pela pista nova.

Fonte: Clicsc

Geral

SC autoriza investimento de R$ 722 milhões em Educação nos municípios

O governador Carlos Moisés participou do ato de inauguração e valorizou o movimento que é considerado como o mais municipalista da história catarinense

Geral

Fazzenda Park Hotel inova com ações de marketing e vendas

A primeira ação, a Blitz do Fazzenda ocorreu nos restaurantes Engenho Lanches, em Penha, e Sabor Imperial, em Blumenau

Geral

Roteiro Blumenau Gastronômico divulga participantes

Evento inicia nesta sexta-feira (01/07), em bares e restaurantes da cidade

Geral

Governo de SC autorizou investimento de R$ 722 milhões em educação

Os aportes financeiros permitem que os municípios realizem desde investimentos em infraestrutura até a aquisição de equipamentos

Mais notícias

Segurança

Polícia Militar de Santa Catarina recebe 140 novas viaturas

Os veículos SUV, modelo Chevrolet Tracker, serão distribuídos a 91 municípios catarinenses

Tempo

Tornado de mais de 100km/h atinge cidade catarinense

Segundo informações, os prejuízos atingem R$10 milhões. Ao menos 50 edificações em áreas rurais foram destruídas com os ventos