keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Número de regiões em risco gravíssimo cai para cinco em Santa Catarina

Cinco regiões passaram de gravíssima para grave: Foz do Rio Itajaí, Xanxerê, Oeste, Serra Catarinense, e Alto Vale do Rio do Peixe. Na semana passada, haviam nove regiões consideradas gravissímas. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) atualizou o painel de risco das regiões de Santa Catarina para a Covid-19 nesta quarta-feira (26). O número de regiões em risco gravíssimo caiu para cinco: Nordeste, Alto Vale do Itajaí, Meio-Oeste, Extremo-Sul, e Carbonífera.

Da última semana para cá, cinco regiões passaram de gravíssima para grave: Foz do Rio Itajaí, Xanxerê, Oeste, Serra Catarinense, e Alto Vale do Rio do Peixe. A região Extremo-Sul fez o movimento contrário: saiu de grave para gravíssima.

As regiões do Alto Uruguai Catarinense, Planalto Norte, Médio Vale do Itajaí, Grande Florianópolis, Extremo-Oeste e Laguna permaneceram com avaliação grave. A situação melhorou da semana passada, quando nove regiões foram consideradas com risco gravíssimo. 

Para realizar a avaliação, o governo do Estado leva em consideração os índices de casos ativos e recuperados, incidência, letalidade e velocidade de avanço do vírus. Conforme cada classificação, os gestores são orientados a seguir uma série de ações, que variam desde o reforço nas medidas de isolamento social, aumento na testagem e isolamento de casos, reorganização dos fluxos assistenciais, e ampliação de leitos.

Mais notícias