keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Operação ‘Anjo da Guarda’ é realizada em SC contra crimes de exploração sexual infantil

A operação conta ainda com a participação da Polícia Científica

X

A Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou na manhã desta quarta-feira (15) a operação “Anjo da Guarda” em combate a crimes de exploração sexual infantil praticados pela internet.

A investigação é da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC). Os policiais civis cumprem nove mandados de busca e apreensão expedidos pelo Judiciário. Durante o cumprimento dos mandados, até o começo da manhã houve três prisões em flagrante.

Os mandados são cumpridos nas seguintes cidades: Florianópolis (1), Navegantes (1), Joinville (2), Blumenau (1), São José (1), Camboriú (1), Itajaí (1) e Porto União (1).

Houve o apoio das Divisões de Investigação Criminal (DICs/PCSC) de Porto União, Blumenau e Joinville; dos Setores de Investigação e Capturas (SICs/PCSC) de Navegantes e Camboriú e da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Porto União.

A operação conta ainda com a participação da Polícia Científica e está em andamento.

Fonte: Clicsc

Segurança

Morte de bebê de cinco meses em Criciúma é investigada pela Polícia Civil

O óbito ocorreu dentro de casa na noite de sexta-feira (24)

Segurança

Marido joga esposa de carro em movimento em SC

Agressões continuam na residência da vítima

Segurança

Homem morre após acidente entre carro e moto em Blumenau

O motociclista foi identificado como Marcos Roberto Ronchi de 37 anos

Segurança

Mulher embriagada tenta agredir marido com machado após briga em SC

Homem contou que ele acionou os policiais para apaziguar a briga entre o casal

Mais notícias

Segurança

Morte de bebê de cinco meses em Criciúma é investigada pela Polícia Civil

O óbito ocorreu dentro de casa na noite de sexta-feira (24)

Geral

Familiares se despedem do jornalista Dom Phillips em Niterói

Família disse que seguirá atenta aos desdobramentos das investigações