keyboard_backspace

Página Inicial

Sem categoria

Polícia Civil presta homenagem a agente assassinada pelo marido

Vídeo institucional foi gravado durante o curso de formação da nova agente. Ela começaria a atuar nos próximos dias na delegacia de São João Batista.

A frase “Sou muito tranquila e bem família” ressume a personalidade de Karla Silva de Sá Lopes, 28 anos. Nos próximos dias ela começaria a atuar na delegacia de Polícia Civil de São João Batista, no Vale do Rio Tijucas. Contudo, o marido interrompeu abruptamente a vida da jovem. Ele matou Karla com um tiro no pescoço. O crime ocorreu na quarta-feira, 6, mas só foi descoberto na quinta-feira, após o policial da reserva Luiz Fernando Lopes confessar o crime.

As imagens utilizadas no vídeo foram gravadas para uma campanha institucional da Polícia Civil. A entrevista foi publicada nesta sexta-feira, 8, nas redes sociais da instituição como forma de homenagear Karla. Ela era formada em Educação Fisíca e conta que escolheu a carreira pensando no filho pequeno. Assista ao Vídeo.

 

Karla desapareceu na manhã de quarta-feira, 6, ao sair para caminhar em Itapema. A família divilgou uma imagem dela com pedido de ajuda. Inclusive, a reportagem do Visor Notícias chegou a conversar com Luiz Fernando na noite do crime. Ele falou que a esposa havia saído entre 7h30 e 8h30 e que não tinha mais retornado. Na quinta-feira, ele se apresentou no quartel da PM, em Itapema, e confessou o crime. Ele matou a esposa com um tiro no pescoço e a enterrou na praia de Taquaras, em Balneário Camboriú. Os detalhes do caso são apresentados neste mometo pela Dic e PM.

Mais notícias