keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Polícia investiga assassinatos causados por possível Serial Killer em Curitiba

Por conta das semelhanças entres os assassinatos, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de crime de ódio cometido pela mesma pessoa

X
Imagem Ilustrativa

Em poucos dias, dois homens homossexuais foram assassinados de forma parecida na cidade de Curitiba, capital do Paraná. Ambos moravam sozinhos e foram encontrados amarrados, com sinais de tortura e sufocamento em seus apartamentos. Por conta das semelhanças entres os assassinatos, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de crime de ódio cometido pela mesma pessoa.

O estudante de medicina Marcos Vinício Bozzana da Fonseca, de 25 anos, foi encontrado morto no dia 05 de maio. Já o enfermeiro David Levísio, de 30 anos, foi encontrado morto no dia 30 de abril. O corpo de Marcos foi encontrado coberto com uma manta e tinha sinais de tortura e asfixia. David foi encontrado com as mãos amarradas de bruços e com sinais de violência.

A apuração dos crimes indica que o autor ou autores conheceram as vítimas por meio de aplicativos de relacionamento, com encontros em seus apartamentos. As forças de segurança suspeitam de que o mesmo homem tenha marcado os encontros e assassinado as duas vítimas.

Toni Reis, presidente da Aliança Nacional LGBTI+, comenta que a orientação sexual foi fundamental para os assassinatos.  Há certa comprovação de que foi crime de lgbtfobia pelo nível de crueldade como as vítimas foram atacadas e pelas conversas tidas pelos aplicativos às quais a polícia teve acesso”.

O presidente da Aliança vê relação desses crimes com outras duas mortes recentes de homossexuais: a do jovem militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) Lindolfo Kosmaski, de 25 anos, em São João do Triunfo, também no Paraná, e a do professor universitário Robson Paim, de 36 anos, em Abelardo, Santa Catarina.

Lindolfo foi achado morto no carro dele, no dia 1 de maio, à margem de uma rodovia. “Foi assassinado de forma cruel, com indícios de disparos de tiros e seu corpo carbonizado. Nosso companheiro é mais uma vítima de um crime de ódio por ser LGBT assumido”, disse, em nota, o MST.

Já o professor Paim foi encontrado morto no dia 17 de abril, em um dos quartos da casa em que morava. Ele teve o carro roubado pelo autor do crime, o que levou a polícia a registrar o caso como de latrocínio. O veículo foi achado dias depois em Almirante Tamandaré, a 15 km de Curitiba.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná informou que os casos estão sendo investigados pela 3a Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba. Informações sobre o andamento da apuração não são divulgadas para não prejudicar na investigação.

Fonte: Terra/Jovem Pan/Estadão

Segurança

Mulher é presa em flagrante por tráfico de drogas em SC

A Polícia Civil prendeu uma mulher de 34 anos em flagrante por tráfico de drogas. Foi na quinta-feira (17), no bairro São Francisco, em São Lourenço do Oeste. A ação foi através da Divisão de […]

Segurança

Caminhoneiro é preso suspeito de participar do roubo da própria carga

A Polícia Civil cumpriu um mandado de busca em investigação de roubo de cargas visando a apreensão de documento falso. Foi nesta sexta-feira (18), em Joinville. A ação é da Delegacia de Furtos e Roubos […]

Segurança

Suspeito de acertar homem com facão é preso; vítima sobreviveu com a arma presa na cabeça

Nesta sexta-feira (18), a Polícia Civil cumpriu a prisão temporária de um homem por tentativa de homicídio, em Mafra. Ele é suspeito de atingir a cabeça de um homem de 59 anos com um facão.A […]

Segurança

Derramamento de esterco em rodovia provoca dois acidentes em rodovia de SC

Apesar do susto, nenhum dos motoristas sofreu ferimentos

Segurança

Câmara de Vereadores de Piçarras é furtada

Foi registrado, entre a noite desta quinta-feira (17) e madrugada de sexta-feira (18), um furto na Câmara de Vereadores de Piçarras. A Polícia Militar, Civil e o Instituto Geral de Perícias estiveram no local para […]

Mais notícias

Segurança

Mulher é presa em flagrante por tráfico de drogas em SC

A Polícia Civil prendeu uma mulher de 34 anos em flagrante por tráfico de drogas. Foi na quinta-feira (17), no bairro São Francisco, em São Lourenço do Oeste. A ação foi através da Divisão de […]

Segurança

Caminhoneiro é preso suspeito de participar do roubo da própria carga

A Polícia Civil cumpriu um mandado de busca em investigação de roubo de cargas visando a apreensão de documento falso. Foi nesta sexta-feira (18), em Joinville. A ação é da Delegacia de Furtos e Roubos […]