keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Policiais Civis catarinenses realizam ato pela valorização da atividade nesta segunda-feira

A manifestação, convocada nacionalmente, acontecerá entre 15h e 16h, em frente às unidades de polícia civil.

X
Foto: divulgação Polícia Civil

A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Santa Catarina (ADEPOL-SC) e o Sindicato dos Policiais Civis (SINPOL-SC) convocam para segunda-feira (22/03) um ato em defesa da valorização da atividade policial. A mobilização está programada para ocorrer das 15h às 16h, em todas as unidades policiais do Estado. O objetivo da manifestação é chamar a atenção da sociedade e das autoridades para os retrocessos impostos pelas medidas adotadas pela União, como a PEC 186 e Reforma Administrativa, além de inclusão dos policiais no grupo prioritário da vacinação.

O ato em Santa Catarina ocorrerá simultaneamente com a mobilização nacional convocada pela União dos Policiais do Brasil (UPB) juntamente com mais de 20 entidades, incluindo a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Judiciária (ADPJ).

Os policiais civis foram orientados a se reunirem em frente às unidades de polícia pelo período de uma hora. Em Florianópolis, a mobilização será em frente à 1ª DP, na Rua Osmar Cunha, no Centro.

No manifesto de convocação, a ADEPOL-SC e o SINPOL-SC destacam que os policiais civis prestam um serviço essencial à sociedade, especialmente neste momento em que o país atravessa a maior crise de saúde já existente. Porém, a importância e empenho destes profissionais da segurança pública têm sido desconsiderados neste cenário tão grave, advertem as duas entidades.

“Assim como ocorreu na reforma da previdência, onde fomos excluídos pelo Governo Federal, também agora na PEC 186, os policiais civis não tiveram o devido reconhecimento, pois o texto aprovado mantém vedações que poderão congelar vencimentos e a criação de novas vagas por mais de uma década, o que pode levar ao sucateamento do serviço público brasileiro, atingindo especialmente as polícias”, diz o manifesto.

Outro ponto fundamental da pauta da mobilização é a inclusão dos profissionais da segurança pública nas campanhas prioritárias de vacinação. “Os policiais permanecem realizando suas atividades no enfrentamento da criminalidade, na linha de frente do combate à propagação da Covid-19, sem terem prioridade na vacinação”, alertam as entidades.

Fonte: Clicsc

Segurança

Empresário é preso por vender celulares furtados em loja de Camboriú

Conforme apurado, pelo menos 3 dos aparelhos foram comercializados na loja

Segurança

Moradora de Itapema que estava desaparecida é encontrada em Itajaí

Foi encontrada na manhã desta segunda-feira (12), a moradora de Itapema que estava desaparecida desde domingo (11)

Segurança

Jovem fica ferido após cair em pedras enquanto fazia uma trilha no Oeste de SC

O fato foi registrado na tarde deste domingo (11) e foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e equipe do Serviço AeroPolicial de Fronteira

Segurança

Homem é morto com pedradas na cabeça em Santa Catarina

Apesar das buscas, o suspeito do crime não foi encontrado

Mais notícias

Utilidade Pública

Procon de São José atende com agendamento prévio

A medida é necessária para evitar aglomeração de pessoas, sendo que o atendimento deve ser marcado pelo Whatsapp (48) 98477-7790

economia

Consumo de gás natural em Santa Catarina cresceu 8,5% em março

Entre os setores que utilizam gás natural, o destaque no consumo foi a indústria

Cidades

Audiência Pública discute LDO e PPA em Porto Belo

A Lei de Diretrizes Orçamentárias, - LDO, estabelece as metas e prioridades da Administração Pública para o exercício financeiro seguinte, orientando a elaboração e execução do Orçamento