keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Porto Belo segue com novo protocolo para limpeza de terrenos baldios

Alterações na Lei permitem que o Município realize a limpeza, mas proprietários poderão entrar em dívida ativa

X
Divulgação

A responsabilidade de manter os terrenos baldios ou com construções inacabadas limpos e organizados é do proprietário, mas nem sempre isso se cumpre. Buscando resolver o problema, que além da proliferação de doenças também deixa as ruas do Município com aspecto de abandono, o Governo do Município de Porto Belo realizou alterações na legislação vigente, buscando resolver a situação de forma mais ágil.

A partir da Lei Municipal Nº 2.976/2021, que está sendo colocada em prática, o Município notifica o proprietário e caso o espaço não seja limpo, é gerado uma multa, o terreno é limpo pela Prefeitura e o proprietário também paga uma taxa pela limpeza.

Todo o processo, desde o recebimento da denúncia, notificação, multas e taxas, é realizado por uma comissão, composta por colaboradores da Fundação do Meio Ambiente – FAMAP. O processo cabe para terrenos, sendo terrenos edificados, com obra em andamento, ou terrenos baldios.

O presidente da Famap, Fredolino Alfredo Bento, destaca que a Lei está sendo colocada em prática e agora, com o Decreto vigente, a limpeza tende a ocorrer de forma mais rápida. “O objetivo destas mudanças é que os terrenos sejam limpos mais rapidamente, evitando a proliferação de insetos e outros animais, causando problemas de saúde pública. Hoje contamos com uma equipe técnica que promove a vistoria, cadastramento, notificação e acompanhamentos dos processos, além de executar procedimento fiscal para a imposição de limpeza, desde sua abertura até sua conclusão” – explica.

O proprietário que for notificado e não realizar a limpeza do terreno no prazo de 15 dias, receberá uma multa no valor de 500UFM, o que corresponde a R$1800,00. Após a aplicação da multa o Município realiza a limpeza do terreno, e posteriormente, é aplicada a taxa de limpeza, cujo valor é estabelecido de acordo com o terreno limpo.
A Famap está autorizada, a partir da legislação vigente, a lançar em dívida ativa todos os débitos decorrentes destes processos. Atualmente, a Famap possui 78 notificações em andamento.

Fonte: Clicsc

Cidades

Município de São José estuda abrigar Centro de Triagem de Animais Silvestres de SC

Para que a transferência seja possível, é necessário firmar um convênio com o Ministério Público

Cidades

Prefeitura lança revista anual de transparência dos atos públicos

O periódico será lançado uma vez ao ano, sempre com dados do ano anterior

Cidades

Município de Itajaí se prepara para enfrentar semana de frio intenso

Ativação de abrigo de inverno nesta terça-feira (17) e intensificação de abordagens sociais são algumas das ações planejadas para acolher população vulnerável

Cidades

Balneário Piçarras ativa abrigo de inverno nesta segunda-feira (16)

Secretaria de Assistência Social realizará trabalho de campo para localizar os moradores de rua

Cidades

Alunos participam de aula especial com os Bombeiros Militares de Itapema

A aula foi um pedido feito pela Professora de Educação Física Rubya e contou também com uma gincana

Mais notícias

Segurança

Polícia Civil e IMA apreendem aves sem registros em dois estabelecimentos de Palhoça

Os proprietários dos estabelecimentos irão responder pelo crime de maus-tratos a animais

Geral

Univali de Balneário Camboriú recebe o Intercom Sul de 16 a 18 de junho

O evento este ano tem como tema as Ciências da Comunicação contra a desinformação