keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Procon de Florianópolis multa iFood em R$ 4 milhões por manter opção de pedido mínimo no aplicativo

A empresa tem 10 dias para apresentar recuso ao Procon

X
Imagem Ilustrativa
Siga-nos no google-news

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Defesa do Cidadão (PROCON Municipal), emitiu multa de R$ 4 milhões contra o iFood nesta segunda-feira (25), por conta da imposição de pedidos com valor mínimo nas compras realizadas junto a fornecedores cadastrados na plataforma.

Em junho de 2021, a empresa já havia sido notificada sobre a prática do pedido mínimo, porém não obteve resposta. Em setembro, o órgão solicitou novamente as informações e a empresa também não se pronunciou. Após nova notificação em maio deste ano, o iFood continuou desrespeitando a determinação do órgão, que emitiu a multa. A empresa tem 10 dias para apresentar recurso ao PROCON.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC), uma empresa não pode prejudicar a liberdade de escolha do consumidor decorrente do condicionamento, subordinação e vinculação da aquisição de outro produto, quando o propósito do consumidor é, unicamente, o de obter o produto ou serviço principal.

“Isso é o que chamamos de ‘venda casada’. A prática força o cliente a adquirir um ou mais itens perante o mesmo fornecedor para conseguir concluir o seu objetivo inicial. Por isso, após diversas notificações e avisos, estamos emitindo a multa. O consumidor não pode continuar sendo prejudicado”, explica o secretário municipal de Defesa do Cidadão, Miltinho Barcelos.

Fonte: Clicsc

Geral

Projeto “Composteira” promoverá em agosto uma série de ações em Bombinhas

Iniciativa oferecerá oficinas gratuitas de compostagem e movimento, além de exibições de um doc-performance e bate-papo com o público

Geral

Casan orienta população sobre saneamento no aniversário do Jardim Botânico de São José

A missão é colaborar com a despoluição do Rio Araújo, de São José, orientando a população quanto à correta ligação na rede de esgoto e promovendo a utilização do sistema de tratamento individual nos imóveis desprovidos de rede coletora

Geral

Ação do MPSC ajuda 48 cães que viviam em situação de maus-tratos a serem adotados em SC

Em 2021, o MP ajuizou ação penal e ação civil pública para garantir o direito dos animais, resguardar a saúde pública e atribuir aos acusados as penalidades previstas

Mais notícias

Brasil

STF vota nesta quarta-feira reajuste de salários de ministros e juízes

Último aumento de salário dos ministros do Supremo ocorreu em 2018, com percentual de reajuste de 16,38%