keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Projeto de Juliana Pavan concede Utilidade Pública a Liga Carnavalesca de BC

O Projeto de Lei, aprovado na noite desta terça-feira (16) oportuniza o incremento do caráter social e cultural da ‘Liga’, possibilitando a ampliação de captação de apoio, de atividades e de maiores incentivos

X
Divulgação

Breve histórico: Em fevereiro de 2013, reunidos em assembleia, os responsáveis dos blocos e escolas de samba, sediados e cadastrados na Secretaria de Turismo de Balneário Camboriú, bem como representantes deste órgão, foi lançada a Liga Carnavalesca Independente de Balneário Camboriú. Inicialmente com uma quantidade de blocos, a cada ano mais e mais grupos se associam a entidade e participam ativamente das ações, que variam de encontros musicais, oficinas, palestras, aparições da corte carnavalesca durante o ano e o carnaval na Avenida Atlântica. Com sede e alvará de funcionamento na Casa dos Conselhos da cidade a Liga mantem uma agenda de diretoria e associados a fim de preparar, antecipadamente, a logística e formas de desfile, além das apresentações periódicas na cidade, igualmente aos seus projetos e ações socioculturais e filantrópicas.

O Projeto de Lei, aprovado na noite desta terça-feira (16) oportuniza o incremento do caráter social e cultural da ‘Liga’, possibilitando a ampliação de captação de apoio, de atividades e de maiores incentivos. “Este seleto grupo traz evidenciada a responsabilidade social com nossa cidade, ações como coleta e distribuição de donativos, projeto de criação de uma escola de ritmistas para alunos da rede pública de ensino, a vocação para a inclusão e a pluralidade sociocultural, estão amplamente representados por cada membro, está no DNA dos envolvidos”, justificou a Vereadora Juliana Pavan (PSDB).

No universo de uma pandemia controlada e estabilizada, a busca pela retomada da normalidade é representada pelo ‘socorro’ pelo qual a economia grita. Para Juliana, “O carnaval promove um lazer de qualidade, além de fomentar a economia da cidade e região através dos hotéis, restaurantes, comércios e setor imobiliário, que recebem um fluxo maior de pessoas, gerando, também, emprego e renda, é uma das festas comunitárias mais populares e democráticas, que permite a participação de vários setores da sociedade”.

O reconhecimento à Liga Carnavalesca traz uma grande referência a elevação do nome de Balneário Camboriú. “Capital Catarinense do Turismo é um título oficial, desde 2004, auferido a  nossa terra e esta referência só foi alcançada pela dedicação histórica tanto de prefeitos e legisladores, como foi responsabilidade de cada trabalhador, de cada empresário, independente do produto ou serviço que representasse, mas que agregou valor a nossa cidade, com um excelente trade turístico e acolhimento aos visitantes e, um carnaval organizado é certamente um produto diferenciado que é oferecido e precisa ser valorizado”, ratificou a parlamentar.

Em 2019 a cidade de Balneário Camboriú foi homenageada pela Escola de Samba Coloninha de Florianópolis, com o enredo ‘Entre Sol, Mata e Mar surge a Dubai Brasileira’, ratificando a presença do carnaval na cultura local. “Posso destacar que o carnaval dissolve as fronteiras étnicas e realmente compõe a nossa identidade nacional, traduzindo essa riqueza e multiplicidade brasileiras que tem importância sociocultural e histórica e Balneário está no epicentro deste circuito”, declarou Juliana Pavan.

Durante a análise documental muitas informações importantes foram obtidas. “Como Marketing 2020 a Liga promoveu a eleição e escolha da Corte Carnavalesca de BC, composta por Rei Momo, Rainha e Princesas. Foram mais de 100 mil visualizações na página oficial da Liga neste período. A eleição contou com o apoio da Fundação Cultural, da Secretaria de Turismo e demais órgãos da gestão pública e a fase final foi realizada na sexta-feira de Carnaval, com júri composto por 03 integrantes e a presença de quase 4000 pessoas na praça Almirante Tamandaré, ou seja, a entidade traz luz, alegria e ainda mais vida para nossa gente e visitantes”, finalizou a legisladora.

Fonte: Clicsc

Política

Participantes de Audiência Pública na Alesc criticam exigência de passaporte sanitário

Participantes criticaram a exigência do passaporte vacinal durante audiência pública da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) realizada na tarde de quinta-feira (2), na Assembleia Legislativa, para debater o Projeto de Lei 317/2021, contra o […]

Política

Sinduscon é homenageado com a Medalha de Honra ao Mérito na Câmara de Itapema

Segundo o vereador, não há como homenagear representantes de seus setores em 2021 e não reconhecer o setor que ajuda a elevar a economia da cidade, gerando emprego e renda à população

Política

Estudantes elegem os 13 vereadores mirins de Itapema para 2022

Mais de 4 mil alunos da rede pública e privada exerceram a cidadania e escolheram seus representantes na Câmara Mirim de Itapema

Política

Bolsonaro mira programas sociais para fortalecer campanha em 2022

Leia na Coluna Esplanada de hoje direto de Brasília

Mais notícias

Segurança

Crianças que morreram em acidente na Serra Dona Francisca eram de Balneário Camboriú

Os pais, de 42 e 37 anos, foram socorridos e levados pro hospita

Segurança

Homem incendeia a própria casa para se livrar de infestação de cobras

Bombeiros acreditam que o fogo começou no porão e se alastrou pelo resto da casa