keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Projeto do novo Complexo Hospitalar de SC é entregue para o Governador Moisés

O cronograma de implantação do projeto do novo Complexo Hospitalar em Santa Catarina foi tema de uma videoconferência, nesta segunda-feira, 31, entre o governador Carlos Moisés, representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), da SCPAR, da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e consultores contratados pelo BID. A construção ficará em Florianópolis e abrigará em um mesmo ambiente a estrutura de quatro unidades em funcionamento: os hospitais Governador Celso Ramos, Nereu Ramos, Infantil Joana de Gusmão e a Maternidade Carmela Dutra. A proposta inicial é que a estrutura seja construída em terreno anexo ao Hospital Infantil, na região central da Capital.

Na reunião, os consultores contratados pelo BID apresentaram um cronograma que aponta março de 2021 como prazo para a entrega da documentação para a licitação. A intenção é de construir um projeto de parceria público-privada (PPP). O BID está investindo US$ 800 mil na estruturação da modelagem do projeto.

Aos participantes da videoconferência, o chefe do Executivo estadual destacou o desejo de criação de um espaço humanizado, especialmente no que se refere ao tratamento de enfermidades em crianças. Carlos Moisés se disse satisfeito com o cronograma apresentado pelos consultores. “Queremos que Santa Catarina seja um marco nesse processo de humanização dos ambientes hospitalares. Precisamos de uma renovação nessa área e acredito que esse projeto poderá contribuir muito nesse sentido. Fiquei muito feliz com o que vi hoje”, destacou o governador.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, afirmou que o novo complexo hospitalar é uma necessidade, pois, embora bem estruturados, os hospitais que hoje atendem a Grande Florianópolis são antigos. O representante do BID no Brasil, Morgan Doyle, disse que o projeto é emblemático para a instituição e que há um grande foco na participação privada. Ele também lembrou o banco atua com o intuito de melhorar a gestão das obras e que não há espaço para mau uso dos recursos em infraestrutura: “O BID fica muito feliz de participar desse processo incentivando o aumento da eficiência no setor da saúde. Agradecemos a oportunidade de trabalhar com o Governo de Santa Catarina”.

Também participaram da reunião o diretor-presidente da SCPar, Enio Parmeggiani, e o secretário executivo de PPPs do órgão, Ramiro Zinder. Eles destacaram que as reuniões para o desenvolvimento do projeto já estão ocorrendo há duas semanas.

Mais notícias