keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Quadrilha de SC faturou milhões com falsos leilões pela internet

A investigação apurou que os estelionatários fizeram um site falso de leião, onde faziam a venda de veículos usados, mas não entregavam os veículos

X
Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (17), a Polícia Civil de Santa Catarina desencadeou a operação “Lancefinal.com” para combater o golpe do “falso leilão”, que fez vítimas pelo Brasil. A investigação é da Delegacia de Defraudações da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC).

Cerca de 65 policiais civis estão nas ruas para cumprir 16 mandados de busca e apreensão em Santo Amaro da Imperatriz, São José e Palhoça, na Grande Florianópolis e quatro mandados de prisão preventiva.

A investigação apurou que os estelionatários fizeram um site falso de leião, onde faziam a venda de veículos usados, mas não entregavam os veículos, gerando prejuízo estimado apurado de R$ 4 milhões.

Estão mobilizados para cumprir as ordens judiciais cerca de 65 policiais civis da DEIC/PCSC, com o apoio de alunos da Acadepol/PCSC.

“Vítimas do país inteiro”

O balanço da operação até a manhã desta quarta-feira indica três prisões realizadas e um investigado está foragido. A investigação começou em novembro do ano passado a partir de denúincias de falsos leilões de veículos.

“Eles faziam falsos sites e anúncios com valores dos veículos bem inferior ao preço de mercado. Eles faziam as negociações e não entregavam os veículos. Há vítimas do país inteiro”, afirma o Delegado de Polícia Leonardo Silva, da Delegacia de Defraudações da DEIC/PCSC.

Foram apreendidos pela Polícia Civil celulares, cartões de bancos e notebooks.

Fonte: Clicsc

Segurança

Crianças que morreram em acidente na Serra Dona Francisca eram de Balneário Camboriú

Os pais, de 42 e 37 anos, foram socorridos e levados pro hospita

Segurança

Homem incendeia a própria casa para se livrar de infestação de cobras

Bombeiros acreditam que o fogo começou no porão e se alastrou pelo resto da casa

Segurança

‘Serial Killer’ que matava gays em SC e PR é condenado a 30 anos de prisão

José Soroka marcava encontros pelo Grindr e estrangulava os rapazes

Segurança

Vídeo: Jovem mandou áudio para mãe antes de cavar a própria cova na praia e ser morta a tiros em SC

Homem investigado pela morte disse ao delegado que ela já estava na praia quando enviou o áudio

Mais notícias

Segurança

Crianças que morreram em acidente na Serra Dona Francisca eram de Balneário Camboriú

Os pais, de 42 e 37 anos, foram socorridos e levados pro hospita

Segurança

Homem incendeia a própria casa para se livrar de infestação de cobras

Bombeiros acreditam que o fogo começou no porão e se alastrou pelo resto da casa