keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

RS registrou média de quatro acidentes fatais de trânsito por dia nos primeiros meses de 2022

Campanha Maio Amarelo reforça segurança nas ruas e estradas; SBOT-RS explica impactos

X
Divulgação

Dados mais atuais do Detran RS (Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul) mostram que, nos dois primeiros meses de 2022, 265 pessoas morreram no estado, vítimas de acidentes de trânsito, média de quatro óbitos por dia. A campanha Maio Amarelo chama a atenção da sociedade para a importância da responsabilidade no trânsito, com ações educativas em todo o país.

Em 2021, o Rio Grande do Sul teve um aumento de 11% nas mortes no trânsito, na comparação com 2020. Foram 1.624 óbitos em 2021, ante 1.464.

Esse tipo de acidente está entre as principais causas de politraumatismos, em que dois ou mais órgãos, ou a partir de duas partes distintas do corpo são lesionadas gravemente, explica o presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – Regional do Rio Grande do Sul – SBOT-RS, Dr. Fábio Krebs. “Quando uma pessoa sobrevive a um grave acidente, na maior parte dos casos, ela precisa conviver com uma série de sequelas, que podem ser dificuldades motoras, amputação de membro, paraplegia, tetraplegia, entre outros”, fala.

O especialista ressalta os impactos permanente dessas sequelas. “Há um longo tempo de recuperação do acidentado, o sofrimento e o prejuízo das famílias que, por meses e até anos, ficam privadas da fonte de renda que o paciente deixou de ter, por não poder mais trabalhar, enfim, resulta em uma situação de intensa complexidade”.

As lesões no trânsito sobrecarregam os setores de emergência, radiologia, fisioterapia e reabilitação. Há casos nos quais os traumatismos demandam mais da metade da ocupação dos centros cirúrgicos e mais de 80% das hospitalizações, com uma média de 20 dias de internação. “Há também, os custos elevados para o tratamento desses pacientes”, ressalta. Estudos recentes estimam os custos de acidentes no país, para o período 2007- 2018, em R$ 1,584 trilhão – ou uma média de R$ 130 bilhões ao ano. Esses custos se dividem entre os cofres públicos e privados.

“Esses custos impactam os serviços de saúde e comprometem sobremaneira as finanças públicas. Os acidentes no trânsito são um grave problema de saúde pública e campanhas devem reforçar, constantemente, a importância da responsabilidade no trânsito: se beber, não dirija; não faça ultrapassagens perigosas; respeite o limite de velocidade e os pedestres, ciclistas e motociclistas; não conduza veículo manuseando o celular; dirija sempre com atenção. Tudo isso são ações simples, mas com um potencial imenso de salvar vidas”, conclui.

Sobre a SBOT-RS

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – Regional Rio Grande do Sul (SBOT-RS) possui comitês com ortopedistas especializados, com expertise para esclarecimentos sobre os mais variados temas relacionados à especialidade.

As fontes médicas da SBOT-RS estão à disposição para reportagens e entrevistas sobre a saúde na área ortopédica, como os cuidados com o teletrabalho e home office atrelados à ortopedia; lesões por esforço repetitivo pelo uso constante de celulares, computadores e videogames (como tendinite, por exemplo); problemas na coluna; acidentes nos esportes com lesões, acidentes domésticos e de transportes com lesões, deformidades, pé diabético, fraturas, dicas preventivas para a prática segura de atividades profissionais, esportivas e no dia a dia, para melhor qualidade de vida, entre outros assuntos.

Fonte: Clicsc

Segurança

Mulher filma a morte do próprio marido que pulou de penhasco

A autópsia do corpo da vítima revelou que o impacto não foi a causa literal da morte

Segurança

Motorista bêbado atropela dois adolescentes na frente de escola

O motorista foi rendido por populares e confessou ter ingerido bebida alcoólica

Segurança

Ladrão furta bolsa de mulher em Porto Belo e acaba preso pela PM

Homem fingiu ser fotógrafo para roubar a vítima

Segurança

Polícia apreende 186 quilos de maconha em Joinville

Motorista embarcou a droga no Paraná, e o destino só seria revelado durante o trajeto, por meio de ligação telefônica

Segurança

Motorista cai e rio e foge do local com o pé quebrado

De acordo com o motorista, um veículo branco teria cortado a sua frente, e o mesmo perdeu o controle da direção

Mais notícias

Geral

Ministério Público Federal investiga prazo de entrega do Contorno Viário de Florianópolis

O MPF pediu à Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) que apresente os percentuais de conclusão das obras em sete de janeiro de 2021 e em 20 de fevereiro de 2020, destacando eventuais alterações no cronograma de conclusão

Geral

Aumenta cobrança pela conclusão das obras do Contorno de Florianópolis

Senadores, deputados e Vereadores querem o cumprimento do prazo de dezembro de 2023