keyboard_backspace

Página Inicial

Saúde

Santa Catarina tem baixa procura por vacinas da gripe e sarampo

Faltando menos de um mês para o fim das Campanhas de Vacinação contra a gripe e contra o sarampo, a Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES) alerta para a baixa procura pelas vacinas. Até […]

X
Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Faltando menos de um mês para o fim das Campanhas de Vacinação contra a gripe e contra o sarampo, a Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES) alerta para a baixa procura pelas vacinas. Até o momento, nem metade da cobertura vacinal desejada para a gripe ou para o sarampo foi alcançada. As metas são de 90% e 95%, respectivamente. As Campanhas terminam no dia 3 de junho.

Com relação à Campanha de Vacinação contra a gripe, a cobertura vacinal está em 35%. Entre as crianças de 6 meses a menores de 5 anos, apenas 17,6% foram vacinadas; entre os professores, a cobertura está em 11,5%; e entre as gestantes, apenas 10,7%.

No caso do sarampo, a cobertura vacinal está em 22,9%, também bem longe do esperado. A cobertura vacinal nas crianças de 6 meses a menores de 5 anos é de 16% e nos trabalhadores da saúde de 37%.

A gerente de imunização da Dive, Arieli Fialho, reforça, mais uma vez, a importância da vacinação. “Insistimos tanto na vacinação porque essa é a melhor forma que temos de evitar o adoecimento, no caso do sarampo, e evitar complicações e, até mesmo mortes, no caso da gripe. Para as pessoas dos grupos prioritários, as vacinas são oferecidas gratuitamente nos postos de saúde de todo o estado e elas são seguras e eficazes. Então, contamos com a população para alcançar as metas de vacinação”, finaliza a gerente.

As Campanhas

As campanhas de vacinação contra a gripe e contra o sarampo começaram em 4 de abril e vão até o dia 3 de junho. No caso da gripe, podem ser vacinadas todas aquelas pessoas que fazem parte de um dos grupos prioritários:

  • Idosos com 60 anos ou mais;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
  • Gestantes e puérperas (mães até 45 dias após o parto);
  • Indígenas;
  • Professores;
  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores do transporte coletivo;
  • Trabalhadores portuários;
  • Forças de segurança e salvamento e forças Armadas;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • População privada de liberdade e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

Na Campanha de Vacinação contra a gripe está sendo utilizada a vacina contra influenza trivalente, que protege contra três subtipos de vírus influenza: A(H1N1), A(H3N2) e B.

Contra o sarampo podem ser vacinados os trabalhadores da saúde e as crianças de 6 meses a menores de 5 anos, sendo que a vacinação para este público é indiscriminada, ou seja, mesmo que o esquema vacinal esteja completo, a pessoa deve receber uma dose da vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola.

Fonte: Clicsc

Saúde

Hepatite aguda: Sala de situação é criada pelo Ministério da Saúde para monitorar doença

Ministério da Saúde cria sala de situação para monitorar hepatite aguda em crianças

Saúde

Mais um caso suspeito de hepatite misteriosa é registrado em SC

Os casos estão sendo investigados pelas Secretarias de Saúde Municipais de Itajaí e Balneário Camboriú

Saúde

Município catarinense é obrigado a oferecer serviço de saúde 24h

Ministério Público constatou que a população de Ponte Alta está sem acesso aos atendimentos de urgência e emergência determinados por lei. Município tem no máximo quinze dias para se adequar. O não cumprimento da ordem judicial pode acarretar em multa diária

Saúde

Hospital Marieta atualiza parque tecnológico para melhorar a eficiência dos atendimentos

Empresa contratada também auxiliou no projeto UTI humanitária para amenizar a angústia dos parentes e pacientes com Covid-19

Saúde

Vacinação contra gripe segue em Balneário Camboriú até 3 de junho

Em Balneário Camboriú, cerca de 15 mil pessoas já se vacinaram contra a gripe

Mais notícias

Geral

Ministério Público Federal investiga prazo de entrega do Contorno Viário de Florianópolis

O MPF pediu à Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) que apresente os percentuais de conclusão das obras em sete de janeiro de 2021 e em 20 de fevereiro de 2020, destacando eventuais alterações no cronograma de conclusão

Geral

Aumenta cobrança pela conclusão das obras do Contorno de Florianópolis

Senadores, deputados e Vereadores querem o cumprimento do prazo de dezembro de 2023