keyboard_backspace

Página Inicial

Sem categoria

Sarau Afro-açoriano vence o Prêmio da Música Catarinense como melhor disco

O prêmio foi concedido na noite desta quarta-feira (22), durante a noite de premiação do concurso, no Teatro Ademir Rosa (CIC), em Florianópolis.

 

O disco “Fui tarrafear”, do grupo Sarau Afro-açoriano, foi escolhido como o melhor disco do ano no Prêmio da Música Catarinense 2017. O prêmio foi concedido na noite desta quarta-feira (22), durante a noite de premiação do concurso, no Teatro Ademir Rosa (CIC), em Florianópolis.

A vocalista do grupo, Adri Benvenuti, diz que a emoção tomou conta diante do anúncio. “Isso é muito especial pra nós. É o nosso primeiro disco, trabalhamos com a cultura popular. Ter esse reconhecimento é muito importante” comemora. De fato, a temática do grupo faz com que a vitória seja ainda mais significativa. Em um mercado cada vez mais global, a premiação de um trabalho voltado à cultura regional chama a atenção. “É uma vitória nossa e estamos felizes demais. Mas é, acima de tudo, uma vitória da cultura popular catarinense.”, afirma Adri.

“Fui tarrafear” é o primeiro disco do Sarau Afro-açoriano, já reconhecido pela crítica e agora chancelado pelo prêmio. O disco reflete bem a proposta do grupo, que é de trabalhar temas da cultura local do litoral catarinense na música. O grupo utiliza elementos da música regional, resgatando manifestações da tradição popular, atualizando e reinterpretando estes elementos.

 

O Prêmio da Música Catarinense

É um concurso cultural promovido pelo Música SC e produzido pela Pimenta do Reino Produções. A escolha dos premiados é feita através de voto popular online e de um corpo de jurados composto por especialistas em música.

O concurso é aberto exclusivamente a artistas de composições autorais de estilo musical livre do Estado de Santa Catarina, que tem como objetivo prestigiar os melhores lançamentos artísticos no estado.

Mais notícias

Segurança

Trilheiro morre após cair com moto de ponte de 3 metros

O corpo foi encontrado já sem vida fora da água e sem sinais de hemorragia

coronavirus

SC tem 12 regiões no nível moderado e cinco no alto para Covid-19

A última vez que a Matriz classificou uma região no nível grave foi no dia 1º de outubro, e no nível gravíssimo no dia 11 de setembro