keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Secretaria da Agricultura anuncia interdição de áreas de cultivo de moluscos em Florianópolis e Palhoça

A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural anunciou, nesta sexta-feira, 30, a interdição dos cultivos de moluscos em localidades de Florianópolis e Palhoça devido à alta concentração de ficotoxina Ácido […]

X
Ricardo Wolffenbüttel / Secom

A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural anunciou, nesta sexta-feira, 30, a interdição dos cultivos de moluscos em localidades de Florianópolis e Palhoça devido à alta concentração de ficotoxina Ácido Okadaico.

As áreas interditadas são: Cacupé, Santo Antônio de Lisboa, Caieira da Barra do Sul e Taperinha do Ribeirão, em Florianópolis; Praia do Pontal e Praia do Cedro, em Palhoça. Nesses locais está proibida a retirada e comercialização de ostras e mexilhões e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia.

A interdição é necessária quando é detectada uma concentração de ficotoxina Ácido Okadaico acima dos limites permitidos nos cultivos de moluscos bivalves. Quando consumida por seres humanos, essa substância pode ocasionar náuseas, dores abdominais, vômitos e diarreia.

A Cidasc intensificou as coletas para monitoramento das áreas de produção de moluscos interditadas e arredores. Os resultados dessas análises definirão a liberação ou a manutenção da interdição. Os locais interditados serão liberados após dois resultados consecutivos demonstrando que os moluscos estão aptos para o consumo.

Liberação

As localidades de Sambaqui e Praia do Forte, em Florianópolis, que foram interditadas na última segunda-feira, 26, estão liberadas.

Interdição Parcial

Permanecem parcialmente interditadas as áreas de Serraria, Barreiros e Ponta de Baixo, em São José; São Miguel e Tijuquinhas, no município de Biguaçu; Barra do Aririú, em Palhoça; e Perequê, Ilha João da Cunha e Araça, em Porto Belo. Nessas localidades está autorizada a retirada e comercialização apenas de ostras.

A retirada nestas localidades está condicionada ao tratamento prévio dos moluscos que, conforme monitoramento microbiológico, apresentaram resultados acima do limite para as contagens de Escherichia coli (E. coli).

Monitoramento constante

Santa Catarina é o único estado do país que monitora permanentemente as áreas de cultivo. O Programa Estadual de Controle Higiênico Sanitário de Moluscos é um dos procedimentos de gestão e controle sanitário da cadeia produtiva, permitindo maior segurança para os produtores e consumidores.

Fonte: Clicsc

Geral

Fotos: parto raro de bebê empelicado é registrado em Santa Catarina

O registro do momento foi compartilhado nas redes sociais da clínica e chamou a atenção dos internautas

Geral

Ação de limpeza nas praias recolhe 30 quilos de resíduos em Itapema

Após a separação identificou-se que 40 % do material coletado era de resíduos que podem ser reciclados

Geral

Tribunal de Contas determina que contrato do Samu em SC não seja prorrogado

decisão do conselheiro substituto Cleber Muniz Gavi é resultado de um processo de instrução instaurado para apurar supostas irregularidades no Samu

Geral

Governo de SC anuncia mais de R$ 700 milhões em investimentos para região Oeste

O chefe do Executivo estadual rodou por 12 cidades de médio e pequeno porte e destacou que os investimentos do Governo do Estado ocorrem independentemente do tamanho ou local do município

Geral

Um a cada cinco presos de SC não tem condenação

Dados da SAP apontam que o Estado tem 4,6 mil pessoas presas de forma provisória

Mais notícias

Cidades

Trânsito no Morro de Zimbros será interrompido nesta terça-feira (27)

O Governo do Município de Porto Belo, por meio do Departamento de Trânsito da cidade, informa que nesta terça-feira (27), o trânsito no Morro de Zimbros estará interrompido para que seja realizada mais uma parte […]

Segurança

Caminhoneiro morre esmagado por carga após entrar em área de escape na BR-376

O motorista morreu no local. Antes da chegada do socorro, motoristas que passavam pela região tentaram auxiliar a vítima