keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

STJ autoriza mulher arrependida a retomar nome de solteira

A adoção do nome do marido ao se casar é facultativa no Brasil desde os anos 1960.

X
Foto: Marcello Casal Jr – Agência Brasil

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou uma mulher, que alegou abalo emocional e psicológico, a voltar a usar o nome de solteira por não ter se adaptado ao nome de casada.

Embora não haja previsão legal para o procedimento, a relatora ministra Nancy Andrighi, destacou que, nesse tipo de caso, “deve sobressair, a toda evidência, o direito ao nome enquanto atributo dos direitos da personalidade”.

A relatora destacou que a mudança de nome não necessariamente prejudica a identificação da pessoa, que pode ser feita pelos números de documentos como CPF e RG, por exemplo.

À Justiça, a mulher alegou que a adoção do nome do marido lhe gerou desconforto por ter ocorrido em detrimento ao sobrenome do pai, que se encontra em vias de sumir, pois os últimos familiares que o carregam estão em grave situação de saúde. Por esse motivo, ela desejava retomar o uso do nome de solteira, para que ele não deixe de existir.

A mulher conseguiu uma primeira decisão favorável, mas que depois foi revertida em segunda instância, motivo pelo ela qual recorreu ao STJ.

Conforme o voto da relatora, o STJ reconheceu que as justificativas para a mudança de nome não eram frívolas e que o tribunal tem cada vez mais flexibilizado as regras que disciplinam as trocas de nome, de modo a amoldá-las a uma nova realidade social.

A ministra Nancy Andrighi reconheceu que ainda é comum as mulheres abdicarem de parte significativa de seus direitos de personalidade para incorporar o sobrenome do marido, devido a motivos diversos, entre os quais a histórica dominação patriarcal e o desejo de usufruir do prestígio social do nome. A evolução da sociedade, contudo, tem reduzido a fenômeno, acrescentou ela.

A adoção do nome do marido ao se casar é facultativa no Brasil desde os anos 1960. A partir do Código Civil de 2002, o marido também pode acrescentar o sobrenome da mulher ao seu. A legislação prevê que o nome de solteira pode voltar a ser adotado em alguns casos específicos, entre os quais o divórcio e a condenação do cônjuge na esfera criminal.

Fonte: Agência Brasil

Geral

Pavimentação asfáltica na rua 440 deve ficar pronta em até 15 dias, no Bairro Morretes, em Itapema

Na obra de 1600 metros também estão previstos a recomposição de meio-fio e padronização de calçadas.

Geral

MPF alerta Prefeitura de Florianópolis sobre risco de indenização milionária por imóvel em área de preservação

Segundo o TRF4, não é permitido o enriquecimento pelo recebimento de verbas por áreas de preservação, que não podem ser utilizadas.

Geral

Casos de mormo em Santa Catarina fazem Cidasc alertar pecuaristas sobre a doença

Os animais, depois da identificação do foco da doença, são sacrificados. Os técnicos da Cidasc também explicam que a propriedade onde a doença foi registrada é interditada e acompanhada pelo órgão.

Geral

Balneário Piçarras lança Campanha Vacina Solidária

Iniciativa consiste na arrecadação de alimentos não perecíveis durante a vacinação contra a Covid-19

Geral

Família real britânica confirma morte de príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth II

Uma declaração do Palácio de Buckingham dizia: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo".

Mais notícias

Utilidade Pública

Procon de São José atende com agendamento prévio

A medida é necessária para evitar aglomeração de pessoas, sendo que o atendimento deve ser marcado pelo Whatsapp (48) 98477-7790

Segurança

Operação contra tráfico de drogas prende oito pessoas em Brusque

Após a conclusão do último inquérito policial, o Judiciário decretou a prisão preventiva de oito pessoas envolvidas com o tráfico de drogas

Geral

Pavimentação asfáltica na rua 440 deve ficar pronta em até 15 dias, no Bairro Morretes, em Itapema

Na obra de 1600 metros também estão previstos a recomposição de meio-fio e padronização de calçadas.