keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Tio é esfaqueado pelo próprio sobrinho durante reunião familiar

Não foram divulgadas informações atualizadas sobre o estado de saúde do homem ferido

X

Uma briga terminou com um homem esfaqueado na orelha na cidade de Jaguaruna neste domingo (05). Segundo informações da Polícia Militar, o suspeito de ter deferido o golpe foi amarrado por vizinhos até a chegada dos agentes.

A briga envolveu três pessoas da mesma família. Em certo momento, um sobrinho esfaqueou o próprio tio e o filho da vítima acionou a polícia.

De acordo com o relatório policial, os três estavam bebendo quando a briga começou e o sobrinho desferiu o golpe contra o tio.

O suspeito foi contido por populares e teve as pernas amarradas. Ele foi levado pela PM até a Central de Plantão Policial.

Não foram divulgadas informações atualizadas sobre o estado de saúde do homem ferido.

Fonte: Clicsc

Segurança

Sete pessoas são indiciadas por envolvimento no roubo a cooperativa de crédito de Blumenau

Quatro homens fortemente armados, todos em saída temporária, entraram no estabelecimento

Segurança

Carro de luxo furtado no Paraná é encontrado pela polícia em loja de autopeças de Penha

Policiais civis tinham denúncia recebida há 30 dias de que o suspeito faria a receptação de veículos de luxo furtados

Segurança

PF apreende R$ 60 mil em produtos proibidos em tabacarias de SC

Os agentes cumpriram mandados em Blumenau, Gaspar e Rio do Sul

Segurança

Polícia recupera carga de R$500 mil em pneus roubados

Além da carga roubada, foram apreendidos munições de calibre 9x19mm e entorpecentes

Segurança

Polícia Militar de Santa Catarina recebe 140 novas viaturas

Os veículos SUV, modelo Chevrolet Tracker, serão distribuídos a 91 municípios catarinenses

Mais notícias

Política

Nível de emissão de carbono na atmosfera atingiu recordes preocupantes

Leia na Coluna Esplanada de hoje direto de Brasília

Política

Presidente da Caixa será exonerado por Bolsonaro após denúncias de assédio

Bolsonaro disse a Pedro Guimarães que denúncias de assédio são ‘inadmissíveis’, segundo aliados