keyboard_backspace

Página Inicial

coronavirus

Transmissão comunitária de nova variante da Covid-19 em SC é investigada

Pacientes não viajaram nas últimas semanas, o que aponta para casos autóctones

X

A transmissão comunitária da variante P.1 do novo coronavírus, conhecido como variante brasileira, apontada como ainda mais transmissível, pode estar circulando localmente em SC. A identificação foi feita pelo laboratório da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) através da Força Tarefa Covid-19 da UFSC, que já fez alerta para Diretoria Estadual de Vigilância Epidemiológica (Dive)

Segundo noticiado pela colunista da NSC, Dagmara Spautz, o comunicado enviado pelo professor Glauber Wagner, reforça que a variante foi encontrada em testes de três pessoas que fizeram exames no Hospital Universitário. O documento, a que o repórter Julio Ettore, da NSC TV, teve acesso, indica que esses pacientes não viajaram nas últimas semanas, de acordo com a Vigilância Estadual – o que aponta para casos autóctones.  

“Estes pacientes não apresentam registros de viagem para outras regiões do país nas últimas semanas, em especial para a região Norte, nem tiveram contato com os pacientes recebidos de Manaus. Desta forma, tratar-se de casos de transmissão autóctones da variante P.1 aqui no Estado de Santa Catarina, e sendo os primeiros registos de transmissão autóctone de P.1 aqui no Estado com genoma sequenciado que temos conhecimento”.

Os testes foram enviados pelo Lacen para a Fiocruz, no Rio de Janeiro, para sequenciamento de genoma. O superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, diz que o Estado vai aguardar a confirmação dos resultados.

Além dos casos autóctones de P.1, o Estado também aguarda a confirmação de 16 testes enviados à Fiocruz der suspeita da variante B.1.1.7 – a do Reino Unido. O laboratório Santa Luzia identificou a mutação em 16 testes na Grande Florianópolis.

Se confirmada a circulação das duas variantes, o Estado pode estar sob pressão de mutações que potencializam as infecções. Isso ocorre porque ambas possuem alterações na proteína Spike, que conecta o coronavírus às células. Essa mudança aumentou a carga viral nas pessoas infectadas.

As novas mutações têm sido apontadas pela Secretaria de Estado da Saúde como provável causa para a explosão de internações por Covid-19 em Santa Catarina. Em entrevista à coluna, o superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, apontou que há uma “mudança no perfil epidemiológico”.

coronavirus

Havan ajuda na compra de dois respiradores

Um deles foi doado para o Samu de Joinville e o outro para Barra Velha. Ambos vão atender os pacientes do município quando precisam ser transportados com urgência para hospitais da região

coronavirus

Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China

Segundo o grupo de empresas, a ação foi motivada pelo recrudescimento da pandemia de covid-19 no Brasil e pela escassez de insumos para o atendimento a pacientes em unidades de terapia intensiva (UTIs).

coronavirus

Mais 220 mil doses de vacina chegam em SC nesta sexta-feira

A carga seguiu escoltada por policiais até o depósito de frios da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, em São José, de onde será distribuída para as regionais de saúde do estado ainda na manhã desta sexta.

coronavirus

SC confirma 848.672 casos e 12.409 mortes por coronavírus

Esses números representam um acréscimo de 96 óbitos em comparação com o último boletim. Registrou-se uma alta de 3.305 na quantidade de confirmados.

coronavirus

Covid-19: “Tenho medo de pegar isso e morrer”, disse Paulo Gustavo há um ano

Boletim médico divulgado nesta quinta-feira diz que o ator segue em estado grave

Mais notícias

Utilidade Pública

Procon de São José atende com agendamento prévio

A medida é necessária para evitar aglomeração de pessoas, sendo que o atendimento deve ser marcado pelo Whatsapp (48) 98477-7790

Cultura e Lazer

Itapema 59 anos: As histórias e belezas do Canto da Praia

Veja agora o primeiro episódio da série de reportagens do Visor Notícias

Segurança

Polícia divulga imagens de operação que apreendeu R$4 milhões na casa de homem morto em Porto Belo

Os Policiais Civis ficaram contando o dinheiro da apreensão por mais de três horas, sendo apreendido entre dólares, euro e reais a quantia de R$ 4.130.000,00 (quatro milhões, cento e trinta mil reais)