keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Venda de caminhões inicia o ano em leve crescimento

Mas enquanto as vendas de caminhões iniciam trajetória ascendente, o mercado de ônibus segue em forte retração

X
Divulgação

O ritmo de vendas de caminhões começou o ano um pouco mais animado do que aquele observado há doze meses, como mostra o primeiro balanço do exercício de 2021 divulgado pela Fenabrave, na terça-feira (2), com base nos dados do Renavam. No mês passado, os emplacamentos no segmento somaram mais de 7,2 mil unidades, volume 1,1% superior registrado no mês do ano passado, quando os emplacamentos chegaram a pouco mais de 7,1 mil caminhões.

As entregas, no entanto, arrefeceram em relação ao desempenho que o mercado vinha apresentado no fim do ano passado. Entre dezembro e janeiro, os licenciamentos recuaram 24,6%, o que se traduziu em 2,3 mil caminhões a menos.

Segundo a Fenabrave, ao mesmo tempo em que a indústria de caminhões encara momento difícil, praticamente sem estoque para atender à demanda, o transporte de commodities e a liquidez de recursos para financiamentos preservam os negócios em alta.

“Os caminhões, como os demais segmentos, vêm enfrentando a escassez de peças e componentes, como pneus, que limitam a oferta. Observamos que a demanda permanece aquecida, tanto pelos resultados das commodities, quanto pela boa oferta de crédito”, avaliou em nota Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave. “Já se trabalha com a programação de entrega de alguns modelos para o mês de junho.”

Mas enquanto as vendas de caminhões iniciam trajetória ascendente, o mercado de ônibus segue em forte retração. “O segmento foi o mais atingido pelos efeitos da pandemia. As restrições de circulação e cancelamento de viagens afetaram muito as empresas do setor, desmotivando a compra de novas unidades”, observou Assumpção Júnior.

Em janeiro, os licenciamentos de ônibus chegaram a pouco mais de 1,3 mil unidades, quedas de 38,6% em relação ao desempenho do mesmo mês do ano passado, de 2,1 mil emplacamentos, de 14,6% no confronto com dezembro de 2020, quando registrou 1,5 mil ônibus negociados.

Com as vendas de ônibus em declínio, o mercado total de pesados encerra o primeiro mês em baixa de 8%. Foram 8,5 mil caminhões e ônibus emplacados em janeiro ante 9,3 mil unidades de um ano atrás.

Fonte: Fetrancesc

Brasil

STF julga se barra “legítima defesa da honra” em casos de feminicídio

Caso esse tipo de argumento seja utilizado pelo advogado em casos de feminicídio, isso resulta numa nulidade processual, o que pode inviabilizar a sentença, decidiu o ministro.

Brasil

MEC disponibiliza nesta sexta consulta de vagas do Sisu

Para participar do Sisu será exigido do candidato que ele tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio

Brasil

Covid-19: TRE suspende eleições suplementares em 9 cidades paulistas

Entrada do estado na Fase Vermelha levou à suspensão do pleito

Brasil

Senado aprova em segundo turno PEC Emergencial

Texto que garante parcelas do auxílio emergencial segue para Câmara

Mais notícias

coronavirus

Itapema aplicou mais de 1500 vacinas contra o coronavírus

O programa está disponível para público-alvo da primeira fase da imunização conforme o Plano Nacional

Segurança

Mais de 22 mil garrafas de vinho são apreendidas na fronteira com a Argentina

As garrafas apreendidas, algumas com valor de revenda no varejo próximos a R$ 2 mil, somaram um valor estimado de R$ 4 milhões.