keyboard_backspace

Página Inicial

Sem categoria

Balneário Camboriú deverá ter cemitério vertical

Projeto de Lei que possibilita construção de cemitério vertical deve ser votado na próxima terça-feira

O Cemitério Municipal da Barra, em Balneário Camboriú, está em sua lotação máxima, até esta quinta-feira (18) estavam disponíveis apenas seis vagas para sepultamento. Para solucionar essa situação, o Município enviou à Câmara de Vereadores um Projeto de Lei (PL), possibilitando a construção e concessão de um cemitério vertical. O PL deve ser votado na próxima terça-feira (23), às 14h, em sessão extraordinária.

Segundo a secretária de Gestão Administrativa, Karine Gomes, a legislação atual é de 1974, e para a construção do espaço precisa que seja alterada a lei. “Temos urgência na construção desse cemitério vertical, senão o espaço reservado terá que ser utilizado para sepultamentos. Construímos um ossuário, mas leva tempo até notificarmos os proprietários de túmulos abandonados. Além de que, com a chuva que atingiu a cidade esses dias, não estamos conseguindo prosseguir com as exumações”, explicou.

Até o momento, foram feitas apenas 25 exumações, sendo que dessas 17 sepulcros foram de pessoas notificados e as demais foram solicitadas pelos proprietários dos túmulos. Atualmente, no ossuário estão 18 restos mortais e a capacidade dele é de 80 ossadas. No Cemitério da Barra tem um espaço reservado para a construção do cemitério vertical, que terá capacidade para aproximadamente 740 vagas. Caso a lei não seja alterada, neste espaço só poderão ser sepultadas cerca de 100 pessoas, o que daria ao cemitério cerca de seis meses de uso, sendo que são feitos em média 20 sepultamentos por mês.

Com a aprovação da lei, será dada a concessão a uma empresa, escolhida através de licitação. Segundo a diretora de Patrimônio, Claudineia da Costa Wolff, o minicemitério vertical será feito em lóculos. “Será um modelo bem moderno, através de tecnologia que evita que o necrochorume chegue até o solo, utilizando o método de decomposição aeróbica ou similar, sem contaminar o lençol freático”, comentou.

Além de permissão de concessão, o PL também regulamenta sobre o novo regramento para cemitérios públicos e privados e a unificação de taxas. “O atual Código Tributário do Município  estipula as taxas de sepultamento (5% de 1 UFM), título de propriedade (10% de 1 UFM), abertura de sepultura (10% de 1 UFM) e benfeitoria de sepultura (3% de 1 UFM). O decreto 3163/2000 também estipula a concessão do espaço em 0,10 UFM, por ano. No PL propomos a unificação das taxas para 0,3 UFM, que começará a ser cobrada a partir de 2019 de forma anual, se aprovada a lei”, disse a diretora.

Mais notícias

Geral

Quinta-feira deve ser de tempo seco e mínimas abaixo de 0°C em SC

As mínimas chegam a 0°C no Planalto Sul, com chance de geada ampla (a temperatura pode ser negativa nos pontos mais altos), variam de 3°C a 9°C entre a porção oeste, Planalto Norte, Vale do Itajaí, Litoral Sul e Grd. Florianópolis serrana e entre 9°C e 11°C nas demais regiões.

Segurança

Dez pessoas são presas em operação da Polícia Civil em SC

São apurados crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, corrupção de menores, entre outros. Durante a apuração algumas pessoas já haviam sido presas e drogas apreendidas.