keyboard_backspace

Página Inicial

economia

Governador Carlos Moisés determina estudo para viabilizar redução dos preços dos combustíveis

O governador Carlos Moisés da Silva determinou à Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) a realização de um estudo sobre a possibilidade de retirar os combustíveis do sistema de Substituição Tributária (ST). No modelo atual, […]

X
Imagem Ilustrativa

O governador Carlos Moisés da Silva determinou à Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) a realização de um estudo sobre a possibilidade de retirar os combustíveis do sistema de Substituição Tributária (ST). No modelo atual, o recolhimento de tributos é antecipado, realizado no início da cadeia produtiva. Sem a aplicação do regime, a cobrança do ICMS é feita após a venda ao consumidor final.

“Precisamos encontrar formas de reduzir os preços ao consumidor. A sistemática atual penaliza o consumidor, que é a parte mais fraca. Temos as menores alíquotas do país na gasolina, de 25%, e no diesel, de 12%. Tentamos, de todas as formas, minimizar os constantes aumentos da Petrobras”, afirmou o chefe do executivo.

O valor efetivo cobrado de imposto sobre cada litro varia conforme os preços praticados pelos postos de combustíveis, determinados pela Petrobras e pelo mercado, sem ingerência dos governos estaduais e seus gestores.

Mensalmente é realizada uma pesquisa para determinar o Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF), que é convalidado no Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) por todos os estados. Este procedimento é padronizado e independe de quem exerça a gestão nas unidades federativas. No início de outubro, 18 Estados fizeram o reajuste do PMPF, e Santa Catarina havia mantido a mesma base de cálculo de setembro. Contudo, com o aumento na Petrobras da última semana, Santa Catarina reajustou a base de cálculo da gasolina para R$ 5,77, um dos menores do país, mantendo os mesmos 25% de alíquota. No caso do diesel, o PMPF para este mês é R$ 4,62, também um dos menores do Brasil.

A base de cálculo do ICMS do combustível é o seu preço de venda ao consumidor, definido livremente pelos estabelecimentos revendedores conforme critérios próprios. Quando os postos realizam a venda ao consumidor por preço inferior ao PMPF, eles têm direito à restituição do ICMS correspondente à diferença.

Fonte: Clicsc

economia

Vendas da Black Friday tiveram crescimento discreto em SC

Diferente de 2020, as lojas físicas tiveram uma representatividade maior que as lojas online, na proporção de 60% e 40%, respectivamente

economia

Porto de São Francisco revitaliza estrutura ferroviária interna à espera da safra recorde de soja

A próxima safra de soja no Brasil, que começa no início de 2022, promete ser a maior da história. O Porto de São Francisco do Sul já se antecipou e concluiu as obras de melhoramentos […]

economia

Poderá faltar combustível em dezembro; Petrobras diz que não atenderá toda demanda

Segundo a companhia, pedidos de diesel encaminhados pelas distribuidoras para o mês de dezembro foram atípicos e superiores

economia

Almah, empresa catarinense do setor de condomínios, atinge R$ 1 bilhão em contratos e anuncia novo sócio

Fintech tem revolucionado o mercado condominial por aumentar, em média, 50% a produtividade das administradoras

economia

PIB de Santa Catarina tem aumento de 3,8% em 2019 e alcança R$ 323,26 bilhões

O crescimento e a variação em volume ficaram ligeiramente acima das estimativas realizadas pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), de 3,5% e R$ 318,2 bilhões

Mais notícias

Segurança

Crianças que morreram em acidente na Serra Dona Francisca eram de Balneário Camboriú

Os pais, de 42 e 37 anos, foram socorridos e levados pro hospita

Segurança

Homem incendeia a própria casa para se livrar de infestação de cobras

Bombeiros acreditam que o fogo começou no porão e se alastrou pelo resto da casa