keyboard_backspace

Página Inicial

Sem categoria

Motorista de aplicativo afirma ter sido agredido por eleitores do Bolsonaro em Itapema

O motorista pegou dois casais em um restaurante onde tinha uma festa de casamento. Os dois homens estavam bêbados e um deles xingou o motorista por esse ter cabelo comprido

Um motorista do aplicativo Uber usou suas redes sociais para denunciar agressões que diz ter sofrido de eleitores do presidenciável Jair Bolsonaro, enquanto trabalhava na cidade de Itapema na madrugada do último domingo (14).

Segundo a postagem, o motorista pegou dois casais em um restaurante onde tinha uma festa de casamento. Os dois homens estavam bêbados e um deles xingou o motorista por esse ter cabelo comprido.

Os passageiros começaram a coagir o motorista, perguntando a ele se ele votava no PT ou no Bolsonaro e chamando-o de “Petista de merda” quando se negou a responder. Durante a viagem, o motorista ainda foi chamado de “bosta, ladrão e bicha”.

A agressão física quase aconteceu quando os passageiros deixaram o carro, nesse momento, segundo o relato, um dos homens partiu pra cima do veículo, chutando o carro e tentando agredir o motorista. Neste momento o condutor do veículo mentiu que era um policial civil e os passageiros se acalmaram e foram embora.

Esse é o primeiro caso de Itapema em meio a uma onda de agressões em todo o Brasil em nome do presidenciável do PSL.

Até o momento, o post do motorista tem mais de 340 reações, 90 comentários e 80 compartilhamentos. Tanto eleitores do Bolsonaro quanto Haddad se compadecem do motorista nos comentários do post. Algumas pessoas aproveitam o espaço para contar outras experiências parecidas com a dele.

O único comentário negativo é de um membro do PSL de Itapema, que diz que a culpa é do motorista pelo fato de estar trabalhando na cidade pois, de acordo com ele, o serviço de transporte por aplicativo é proibido em Itapema.

Hoje, o Projeto que regulamenta o serviço de transporte individuais de passageiros está em tramitação na Câmara de Vereadores de Itapema, tendo passado, inclusive, por uma Audiência Pública e aguarda votação.

Mais notícias