keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Padrasto é condenado a 9 anos de prisão por espancar enteado de 4 anos até a morte

A criança chegou a ser socorrida pelos bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital

X

Anderson José da Silva foi condenado pela morte do enteado de quatro anos. O padrasto agrediu o menino até a morte na cidade de Indaial no dia 08 de abril. A criança chegou a ser socorrida pelos bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

O homem de 25 anos foi preso durante o sepultamento do enteado. Ele cumprirá nove anos e quatro meses de reclusão em regime fechado, conforme sentença.

A mãe do menino, Semira Tibúrcio da Silva, de 25 anos, chegou a ser acusada de omissão, mas foi absolvida por ausência de provas. Na época do crime, ela estava grávida de oito meses. A criança é de Anderson e já está na Justiça um processo para que ele não tenha acesso ao filho.

Segurança

Homem só permitia que enteada de 11 anos saísse para brincar em troca de atos sexuais

As investigações apontam que o padrasto abusou sexualmente da menina dos 11 aos 12 anos

Segurança

Briga familiar termina com policial baleado e homem morto

A ambulância foi acionada, atendeu a ocorrência e encaminhou o agente baleado para o Hospital São Camilo, em Imbituba

Segurança

Motociclista morre após bater em carro estacionado

A motorista do carro também foi atendida, pois estava com sinais característicos de crise nervosa

Segurança

Operação histórica: Polícia estoura fábrica de traficantes e apreende R$10 milhões em drogas sintéticas em SC

Essa operação rendeu o que já é considerada uma das maiores apreensões de drogas sintéticas do Brasil

Mais notícias

animal

Vídeo: Catarinense flagra a rara “ave-fantasma” em plena luz do dia

Ricardo Alexandre Jerônimo passava pela praia central da cidade quando viu o pássaro e aproveitou para fazer vídeos e fotos

coronavirus

Máscaras irregulares vendidas ao governo de SC serão devolvidas à empresa na próxima segunda-feira

Nesta sexta, os servidores da pasta farão a contabilidade dos itens devolvidos no almoxarifado da Secretaria, em Florianópolis