keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Tristeza! Criança grava vídeo pedindo para as pessoas não envenenarem animais após ter o gato morto

Um relato emocionante foi feito pelo pequeno Murilo, morador de Rio Negrinho, após seu gato, o Biscoito, ter sido envenenado e morrer. “Oi gente, vocês podem ver como eu estou vermelho né. É que meu […]

X
Reprodução

Um relato emocionante foi feito pelo pequeno Murilo, morador de Rio Negrinho, após seu gato, o Biscoito, ter sido envenenado e morrer.

“Oi gente, vocês podem ver como eu estou vermelho né. É que meu gato morreu, o Biscoito, morreu por envenenamento. Vocês deixaram uma criança triste!”, diz o menino em um trecho do vídeo.

O vídeo foi publicado nas redes sociais e ganhou repercussão. Veja o relato emocionante do menino.

Fonte: Clicsc

Geral

Luta entre cobra mais venenosa e maior cobra do mundo acaba sem vencedora; veja

Em uma luta entre uma naja-rei – a cobra mais venenosa do mundo – e uma píton, a maior cobra do mundo, quem termina como vencedor?

Geral

Defesa Civil emite alerta de temporais e descargas elétricas neste sábado em Santa Catarina

A tempestade surge da combinação de umidade e temperaturas elevadas

Geral

Chuvas fortes fazem jazigo desmoronar e cair em terreno ao lado de cemitério

Segundo informações, o incidente ocorreu por conta de uma escavação no terreno ao lado

Geral

Caminhoneiro morre após cair em ribanceira de 100 metros na SC-418

Quando as equipes dos Bombeiros Voluntários chegaram no local, o motorista já estava morto

Geral

Apesar das chuvas dos últimos dias, efeitos da estiagem persistem em SC

Do Oeste ao Litoral Sul, os volumes registrados na primeira quinzena de setembro variaram de 60 a 100 mm, com acumulados pontuais que superaram 125 mm

Mais notícias

Segurança

Bebê com hematoma é levado morto para UPA de SC e pais são presos em flagrante

Pai da criança, um homem de 19 anos, relatou que a esposa, 17, deixou o bebê com ele para comprar um lanche

coronavirus

Coronavírus em SC: Estado confirma 1.169.031 casos e 19.075 mortes

Na comparação com o boletim anterior, diminuiu em 26 o número de casos ativos e há 8 óbitos adicionais