keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Banco Central eleva expectativa de crescimento do PIB para 2022

Projeção subiu de 1% para 1,7%; segundo semestre será de desaceleração econômica

X
Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
Siga-nos no google-news

Na última semana, o Banco Central (BC) elevou de 1% para 1,7% a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2022. O indicador é a soma dos bens e serviços finais produzidos no país. O órgão explicou que a melhora tem relação com os resultados da economia nos primeiros três meses de 2022, por conta do aumento do consumo das famílias brasileiras. Entretanto, de acordo com o órgão, o crescimento econômico brasileiro deve ser menor no segundo semestre do ano.

No ano passado, o crescimento foi de 4,6%, totalizando R$ 8,7 trilhões. Segundo o economista da Federação do Comércio, Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio/SC), Alison Fiuza, no primeiro trimestre de 2022, os resultados estão relacionados à recuperação e normalização em relação às restrições impostas pela pandemia. Além disso, os estímulos econômicos, como a ampliação do Auxílio Brasil, adiantamento de 13º salários aos beneficiários do INSS e saque do FGTS.

O presidente da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Sérgio Rodrigues Alves, afirma que, pelo crescimento e recuperação da economia do país, já esperava um crescimento maior do PIB do que o estimado pelos economistas. “Alguns setores se destacam, como o setor da agroindústria, automotivo, construção, mineração principalmente e os setores de serviço, como o turismo”, afirma.

Para o segundo semestre do ano, o BC espera um crescimento menor dos setores e serviços brasileiros causado, principalmente, pela guerra na Ucrânia e desaceleração da economia global. “Ainda estamos passando e vivendo no rescaldo da pandemia e a inflação continua pressionando demais a renda familiar e, sem dúvida, por ser um ano de eleições, é um ano que dificulta fazer avaliações ou prognósticos, principalmente falando do segundo semestre”, conclui o presidente da Facisc.

Juros elevados

Na segunda semana de junho, o Copom elevou a taxa Selic de 12,75% para 13,25%, com o objetivo de conter o aumento da inflação. Essa é a décima primeira alta seguida da taxa básica de juros, que alcança o seu maior patamar desde dezembro de 2016. Com o aumento, os juros de empréstimos e financiamentos ficam ainda mais altos. 

RCN

Fonte: Clicsc

Economia

Petrobras anuncia redução no preço da gasolina em R$0,20 por litro

Em Santa Catarina, preço deve cair entre R$0,15 e R$0,10 por litro

Economia

Procons iniciam fiscalização de postos de combustíveis

Ministério da Justiça e Segurança Pública abriu também um canal para a denúncia, via internet

Economia

Veja a cidade com a gasolina mais barata de Santa Catarina

Os preços são analisados pela ANP com dados de 246 postos de gasolina em todas as regiões de Santa Catarina

Economia

Pelo menos 20 estados anunciaram a redução do ICMS sobre combustíveis

Governadores do Ceará e do Amazonas fizeram os anúncios nesta segunda

Economia

Governo de SC reduz ICMS da gasolina, álcool, eletricidade e comunicações

Medida Provisória foi assinada nesta sexta-feira (01)

Mais notícias

Animal

Homem ganha R$3 mil de recompensa após achar “Elvis”, papagaio desaparecido em Florianópolis

O vizinho afirmou que o pássaro estava no terreno da casa dele desde a noite de sexta (12)

Geral

Fundador da Vinícola Girola morre aos 93 anos em SC

Ele deixa esposa, 10 filhos, 14 netos, 2 bisnetos, familiares e amigos enlutados