keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Governo prorroga prazos de reembolsos de shows e pacotes turísticos

Medidas valem para artistas, conferencistas e outros profissionais

X

Diário Oficial da União traz hoje (18) a publicação da Medida Provisória (MP) nº 1.036/21 que prorroga os prazos para adiamento e cancelamento de serviços, reservas e eventos de turismo e culturais afetados pela pandemia de covid-19. O texto foi assinado ontem (17) pelo presidente Jair Bolsonaro.

A medida altera a Lei 14.046/2020, para estender seus efeitos ao ano de 2021. Até então, a medida valia para eventos adiados ou cancelados até 31 de dezembro do ano passado. A MP tem validade imediata após publicação no Diário Oficial da União, mas precisa ser votada pelo Congresso Nacional em até 120 dias para não perder a validade.

Na hipótese de adiamento ou de cancelamento de serviços, de reservas e de eventos, incluídos shows e espetáculos, até 31 de dezembro de 2021, em decorrência da pandemia de covid-19, o prestador de serviços ou a sociedade empresária não será obrigado a reembolsar os valores pagos pelo consumidor.

No entanto, eles devem assegurar a remarcação do serviço cancelado ou a disponibilização de crédito para uso ou abatimento na compra de outros serviços, reservas e eventos até 31 de dezembro de 2022. Caso nenhuma dessas ações seja possível, o prestador deverá restituir os valores pagos pelo consumidor. Além disso, os créditos já adquiridos pelo consumidor antes da edição da MP também poderão ser utilizados até o dia 31 de dezembro do ano que vem.

A prorrogação também vale para artistas, palestrantes ou outros profissionais já contratados para os eventos cancelados. Eles também ficam dispensados de reembolsar imediatamente os valores recebidos, desde que o evento seja remarcado para até 31 de dezembro de 2022.

Estão incluídos na lei, no setor do turismo, os meios de hospedagem (hotéis, albergues, pousadas, aluguéis de temporada, airbnb), as agências de turismo, as empresas de transporte turístico, os organizadores de eventos, os parques temáticos e os acampamentos. No setor da cultura, os cinemas, teatros, plataformas digitais de vendas de ingressos pela internet, os artistas (cantores, atores, apresentadores e outros) e demais contratados pelos eventos.

Brasil

Justiça nega habeas corpus à mãe e ao padastro do menino Henry Borel

Desembargador entendeu que prisão temporária deve ser mantida

Brasil

VÍDEO: Gaúchos constroem estátua do Cristo Redentor maior que a do Rio de Janeiro

Monumento terá um total de 43 metros de altura, somando a estátua com 37 metros e o pedestal de 6 metros

Brasil

Grupo do Fort Atacadista deve investir R$ 500 milhões em plano de expansão em 2021

Cerca de 70% do faturamento da companhia vem da operação de atacarejo; com o plano de expansão, ganhos devem aumentar 14% em relação ao último ano

Brasil

Veja se você foi aprovado no novo auxílio emergencial

Site da Dataprev informará se trabalhador tem direito ao benefício

Mais notícias

Segurança

Carro cai e represa e mãe e filha morrem afogadas em São Bento do Sul

Mãe e filha morreram afogadas depois de uma saída de pista registrada na BR-280, em São Bento do Sul, no Norte de Santa Catarina. O carro em que elas estavam caiu em um lago de […]

Segurança

Mulher mata marido com cinco tiros, alega legítima defesa e é solta pela Justiça

A Justiça de Itajaí mandou soltar a mulher que matou o marido com cinco tiros na madrugada desta terça-feira (20/4). Segundo a defesa dela, ela não aguentava mais apanhar, ser ameaçada de morte e ser […]