keyboard_backspace

Página Inicial

coronavirus

Jair Bolsonaro está em Chapecó e descarta lockdown nacional

Ele também falou que acredita na liberdade dos médicos na tomada de decisões de tratamento dos pacientes acometidos pela Covid-19.

X
Foto: Reprodução Vídeo/ClicRDC

Durante a passagem por Chapecó, o presidente da república Jair Bolsonaro destacou que o município deve ser olhado pelas demais cidades do Brasil. Também que deve se estudar Chapecó, para ver as medidas de enfrentamento ao coronavírus tomadas pelo prefeito João Rodrigues. A fala foi feita durante a visita do presidente, em evento no Centro de Cultura e Eventos, na manhã desta quarta-feira (7).

“Eu quero que Chapecó, seja uma cidade a ser olhada pelos demais 5.700 prefeitos do Brasil, se bem que têm prefeitos que estão na linha do João Rodrigues. Mas quando se falam em vidas, para nós qualquer esforço é válido. Temos que estudar Chapecó, ver as medidas tomadas pelo prefeito”, disse.

Ainda durante a fala, Bolsonaro afirmou que o Brasil não terá lockdown nacional. “Como alguns, ousam dizer por aí, que as nossas forças armadas deveriam auxiliar alguns governadores nas suas medidas restritiva. O nosso exército brasileiro não vai à rua para manter o povo dentro de casa. Liberdade não tem preço. Devemos fazer tudo o possível para buscar soluções. Temos, agora, um ministro médico, tínhamos o outro militar, que fez também um excelente trabalho no Ministério da Saúde”, discursou.

O presidente disse que o governo conseguiu formar um ministério técnico. “Compare os nossos ministros com os anteriores (de outros governos). Com todos os problemas que o Brasil vem atravessando, nós conseguimos fazer muita coisa, com menos dinheiro, com orçamento achatado, com teto para gastos”, falou.

Ao fim da visita pelo Centro de Eventos, em Chapecó, Jair Bolsonaro falou com a imprensa. Sem responder perguntas específicas, o presidente disse que conversou reservadamente com o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, e destacou que veio à Chapecó para mostrar ao Brasil a situação do município.

Na fala, Bolsonaro descartou um lockdown nacional. Ele também falou que acredita na liberdade dos médicos na tomada de decisões de tratamento dos pacientes acometidos pela Covid-19. O presidente mencionou, ainda, que está preocupado com a pandemia da Covid-19, e que neste momento, não pensa no cenário para 2022.

Fonte: originalmente publicado pelo portal ClicRDC

coronavirus

SC receberá mais de R$ 20 milhões para Centros de Atendimento Covid

Os recursos destinados para os 99 municípios serão para as competências financeiras de abril a junho.

coronavirus

SC confirma 45 novos casos da variante brasileira e dois casos novos casos da variante do Reino Unido

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) reforça que os cuidados de prevenção à Covid-19 devem ser adotados por toda população catarinense para redução da transmissão do coronavírus.

coronavirus

Santa Catarina ultrapassa 12 mil mortes por coronavírus

Casos de infecção pelo novo coronavírus já foram confirmados em todos os 295 municípios de Santa Catarina.

coronavirus

Coronavírus em SC: Matriz de Risco aponta quatro regiões em estado grave e 12 em nível gravíssimo

No último boletim, divulgado em 03 de abril, apenas a região de Xanxerê encontrava-se no nível grave, as demais estavam em estado gravíssimo

coronavirus

Integrantes das forças policiais começam a ser vacinados nesta sexta-feira em Florianópolis

Os profissionais que serão imunizados já receberam contato prévio sobre a data, local e horário da aplicação da dose.

Mais notícias

Utilidade Pública

Procon de São José atende com agendamento prévio

A medida é necessária para evitar aglomeração de pessoas, sendo que o atendimento deve ser marcado pelo Whatsapp (48) 98477-7790

economia

Consumo de gás natural em Santa Catarina cresceu 8,5% em março

Entre os setores que utilizam gás natural, o destaque no consumo foi a indústria

Cidades

Audiência Pública discute LDO e PPA em Porto Belo

A Lei de Diretrizes Orçamentárias, - LDO, estabelece as metas e prioridades da Administração Pública para o exercício financeiro seguinte, orientando a elaboração e execução do Orçamento