keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Azul e Gol anunciam acordo para compartilhar voos domésticos

Compartilhamento só vale para rotas exclusivas de cada companhia

X
Foto: Marcelo Camargo
Siga-nos no google-news

A partir do fim de junho, os clientes da Azul e da Gol podem comprar passagens de uma companhia nos canais de venda de outra. As duas empresas anunciaram, nesta quinta-feira (23), um acordo de cooperação comercial por meio de codeshare, compartilhamento de códigos em inglês.

O acordo só valerá para rotas domésticas exclusivamente operadas por uma das duas companhias. As rotas em que ambas as empresas concorrem diretamente estão fora do codeshare.

Por meio do codeshare, o passageiro utiliza os canais de pesquisa, de venda e os padrões de serviço de uma companhia para embarcar em outra. No entanto, o check-in deverá ser feito nos guichês ou nos canais digitais da companhia que opera o voo. Nos voos com conexão, o cliente fará o check in na empresa que opera o primeiro trecho e automaticamente receberá os cartões de embarque de todos os voos.

O despacho de bagagens seguirá o mesmo procedimento, com o cliente despachando as malas na companhia que opera o voo ou o primeiro trecho, recebendo-as no destino final. Para remarcar ou cancelar a viagem, o passageiro deve procurar a companhia onde comprou a passagem.

Em comunicado, as duas companhias esclareceram que o acordo também abrange os programas de fidelidade. Membros do Smiles (da Gol) e do Azul Fidelidade acumularão pontos ou milhas no programa de sua escolha.

A data exata para o início das vendas com codeshare não foi informada. As duas empresas informaram apenas que os canais começarão a oferecer as rotas compartilhadas no fim do próximo mês.

Monitoramento

Nas redes sociais, o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, destacou que esse tipo de parceria é comum no setor aéreo em diversos países. Destacou que o ministério e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) buscarão preservar as melhores condições para o consumidor brasileiro.

“Esse tipo de acordo comercial já ocorre entre outras companhias aéreas nacionais e internacionais ao redor do mundo. Nós esperamos que possa ampliar a conectividade entre os diversos destinos brasileiros, gerando maior complementaridade na malha nacional, oferecendo mais opções de voos para os brasileiros”, destacou Costa Filho. No fim de janeiro, a Gol entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos, para levantar capital e reestruturar as finanças após a pandemia de covid-19. A companhia informou que o pedido não afeta as operações no Brasil. Na época, o governo informou que monitora os desdobramentos da recuperação judicial.

Fonte: Clicsc

Sobre o autor:
Brunela
Brunela Maria
Brunela Maria é jornalista desde 2011 e formada pelo Centro Universitário IESB, em Brasília. Trabalhou no Notícias do Dia, em Florianópolis e na Record TV Brasília. Atua como repórter no portal ClicSC.
Geral

Multinacional sul-coreana é anunciada como patrocinadora master do O Negócio da Moda (ONDM) em Balneário Camboriú

Hyosung Creora participará pela primeira vez do evento que será realizado nos dias 22, 23 e 24 de outubro, no Expocentro, em Balneário Camboriú (SC); edição recente ocorrida em Goiânia movimentou cerca de 5 mil pessoas 

Geral

Grife de calçados Paula Torres aterrissa no Balneário Shopping

Um almoço beneficente, para convidadas contará com a presença da criadora da marca

Geral

Novo golpe: INSS não está fazendo prova de vida em casa

Advogado previdenciário de Florianópolis esclarece sobre a tentativa de golpe que vem acometendo aposentados e pensionistas

Geral

Cemitérios de cidade de SC terão QR Codes em túmulos para homenagens

Tecnologia permite relembrar histórias de falecidos com um clique

Geral

SC cria protocolo para regulamentar a circulação de cães pit bull

Estado acata recomendação do Ministério Público e define diretrizes

Mais notícias

Geral

Multinacional sul-coreana é anunciada como patrocinadora master do O Negócio da Moda (ONDM) em Balneário Camboriú

Hyosung Creora participará pela primeira vez do evento que será realizado nos dias 22, 23 e 24 de outubro, no Expocentro, em Balneário Camboriú (SC); edição recente ocorrida em Goiânia movimentou cerca de 5 mil pessoas 

Segurança

Falta de mão de obra na construção civil preocupa mercado imobiliário

Projeções indicam que o Brasil pode enfrentar um apagão de profissionais em uma década