keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Corpo de idosa é trocado em hospital e enterrado em cova coletiva por engano

O corpo de uma idosa foi enterrado por engano no lugar de outro morto na segunda-feira (11), em Belo Horizonte, Minas Gerais. O caso foi descoberto na terça-feira (12), quando sua família aguardava a liberação […]

X

O corpo de uma idosa foi enterrado por engano no lugar de outro morto na segunda-feira (11), em Belo Horizonte, Minas Gerais. O caso foi descoberto na terça-feira (12), quando sua família aguardava a liberação do corpo para seu sepultamento. As informações são do jornal O Tempo.

Leonora de Jesus Celestina, de 91 anos, foi enterrada em uma cova destinada ao corpo de Fernando Jesus Reis, de 68. Os dois morreram vítimas da Covid-19 no Hospital São Francisco ode Assis, na capital mineira. Fernando faleceu na noite de domingo (10), e Leonora na manhã de segunda.

“Foi uma atrocidade o que cometeram. Fizeram da minha mãe um saco de pedras e a jogaram em um buraco”, disse Antônio de Jesus Celestino, de 66 anos, filho de Leonora.

A família aguardava para fazer o sepultamento dela no Cemitério da Saudade, região leste de BH, mas após um atraso descobriram que o enterro havia acontecido um dia antes, no Cemitério da Consolação, em Venda Nova.

Segundo o filho de Fernando, Flaviano Rodrigues Reis, de 41 anos, foi um susto descobrir que o corpo do pai ainda estava no hospital.

“Na terça-feira à noite, a funerária me ligou e falou que meu pai não havia sido enterrado e ainda estava no hospital. Enterramos uma pessoa que não era o meu pai. Fomos no hospital e vimos que era o meu pai mesmo”, diz Flaviano.

De acordo com o filho do idoso, sua mãe teve dificuldades de acreditar na troca dos corpos e chegou a acreditar que Fernando pudesse estar vivo.

“Quando falei, ela nem acreditou. Ela perguntou se meu pai estava vivo. Aí expliquei que, na verdade, eles trocaram os corpos. Meu sentimento é de tristeza e revolta”, diz Flaviano.

Já a família de Leonora teve outra dificuldade. O corpo da idosa foi sepultado em uma cova coletiva, junto com outros dois corpos. Para realizar o procedimento, a família precisou pedir a exumação do corpo, mas também teve que contar com a autorização das famílias dos outros dois enterrados na mesma cova.

“É muito triste você ver duas famílias que não têm nada a ver (com isso) ter seus entes queridos desenterrados para tirar uma pessoa que não deveria estar ali”, disse Raquel de Almeida Celestino, neta de Leonora, após a exumação.

Culpados pela troca

A reportagem do jornal O Tempo tentou contato com a funerária supostamente responsável pela troca dos corpos, mas nenhuma das ligações feitas tanto para o telefone fixo da empresa quanto para o celular da proprietária foram atendidas.

O Hospital São Francisco de Assis informou em nota que a funerária cometeu um erro no momento de retirar o corpo no centro de saúde.

De acordo com o hospital, quando há um óbito, uma identificação é colocada no corpo. O hospital alega que a funerária não realizou a conferência dessa identificação. “Todas as etapas são registradas e conferidas por meio de protocolos”, diz o texto.

Fonte: Clicsc

Cidades

Porto Belo decide proibir festa em escuna, no Caixa D’aço, que era anunciada nas redes sociais

A prefeitura de Porto Belo anunciou que proibiu a Seaparty 2ª Edição, que estava prevista para o próximo dia 23, em uma escuna na praia do Caixa D’aço. Os ingressos estavam sendo vendidos a R$ […]

Cidades

Homem flagrado por câmera de segurança enquanto furtava motosserra é condenado pela Justiça

A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina negou recurso de um homem condenado pelo furto de uma motosserra. O crime foi praticado em São Joaquim, na serra catarinense, na manhã de […]

Cidades

Polícia Civil desvenda homicídio em São José

Após investigações, a Polícia Civil desvendou o crime de homicídio praticado na direção de veículo automotor ocorrido na noite do dia 13/12/2020, em São José, na Grande Florianópolis. A ação é da Divisão de Investigação […]

Cidades

Apresentador Ratinho passa final de semana em Itapema, visita a prefeitura e compra sapatos em São João Batista

O empresário e apresentador de televisão Carlos Massa, o Ratinho, passa o final de semana em sua casa em Itapema. Ele é mais uma das celebridades que escolheu Itapema e o litoral de Norte de […]

Cidades

Caminhão tomba na BR-101 e deixa criança em estado grave

Menino foi encaminhado ao Pronto Atendimento de Garuva

Mais notícias