keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Presidente Bolsonaro deve passar o Réveillon em São Francisco do Sul com a família

Mais uma vez, o presidente ficará hospedado no Forte Marechal Luz

X

A pré-agenda da nova visita do presidente Jair Bolsonaro a Santa Catarina prevê chegada em São Francisco do Sul no dia 27, na próxima segunda-feira. A permanência na cidade deverá ser uma semana, o que indica, portanto, a escolha de São Francisco para a passagem do Ano-Novo. Assim como nas outras visitas anteriores ao município, Bolsonaro estará em São Francisco para descanso, sem compromissos oficiais.

A agenda do presidente a São Francisco não terá confirmação prévia por não se tratar de compromisso oficial. Há equipes precursoras preparando a chegada de Bolsonaro.

De acordo com o deputado federal Coronel Armando, próximo do presidente, se a visita se confirmar, a estadia do presidente em São Francisco do Sul deverá ser mais reservada. O presidente deverá estar acompanhado de familiares. A primeira-dama Michelle Bolsonaro deverá participar da visita.

Mais uma vez, o presidente ficará hospedado no Forte Marechal Luz. Bolsonaro esteve em São Francisco do Sul em dezembro do ano passado e em fevereiro deste ano, durante o período de Carnaval. As informações são do colunista Saavedra da NSC.

Política

Governador testa positivo para Covid-19 e adia visita em Itapema e região

Carlos Móises confirmou a informção via redes sociais

Política

Médico diz que presidente está pronto para o trabalho

Em coletiva após a alta, Bolsonaro voltou a falar de eleições limpas

Mais notícias

Segurança

Polícia prende assaltantes que se passavam por policiais em Joinville

Neste domingo (16), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Joinville, realizou uma operação para prender assaltantes de residências e estabelecimentos comerciais que vinham praticando crimes na […]

Geral

Chuvas em MG elevam nível do São Francisco e ameaçam cidades baianas

Em Juazeiro, prefeitura começou hoje a retirar famílias