keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Sérgio Reis teria colocado prótese peniana com dinheiro público

Cirurgia teria custado R$ 55 mil e na época cantor teria usado dinheiro público para financiar a prótese

X

O senador Sérgio Réis, que no final de semana ganhou destaque após incentivar uma manifestação de caminhoneiros e inflar seguidores do presidente Jair Bolsonaro a invadir o Congresso, está novamente envolvido em mais uma polêmica. Ele é denunciado pelo deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), de ter feito implante de uma prótese peniana com dinheiro público enquanto era deputado federal. A cirurgia, segundo a denúncia, teria custad R$ 55 mil.

A informação foi divulgada por Pimenta nas redes sociais na segunda-feira (16). Pelo Twitter, Pimenta afirmou ter recebido a informação e que precisa da ajuda do artista sertanejo para confirmação da veracidade.

“Dep. Sérgio Reis: tenho uma informação e preciso da sua ajuda para apurar a veracidade ou se é fake. Um deputado pediu ressarcimento para Câmara de despesa [de] 55 mil reais para substituição de ‘prótese peniana’. Parece que ele recebeu! Dinheiro público. Toca o berrante e vamos descobrir”, escreveu o parlamentar.

Sérgio Reis foi deputado federal por São Paulo entre 2015 – 2019 pelo antigo PRB, atual Republicanos. O cantor ainda não se pronunciou sobre o questionamento do petista. O nome de Sérgio Reis ganhou destaque nas redes sociais no fim de semana com a circulação de um áudio em que o cantor anuncia uma manifestação de caminhoneiros e inflando seguidores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a invadirem o Congresso.

Sérgio Reis com depressão

Na segunda-feira (16), a esposa do cantor, Angela Bavini, disse à Folha que o marido teria passado mal e entrado em estado depressivo após a divulgação do áudio de uma conversa informal com um amigo.

“Ele está muito triste e depressivo porque foi mal interpretado. Ele quer apenas ajudar a população. Está magoado demais”, disse Angela Bavini.

O cantor estaria com uma crise de diabetes depois da repercussão de um áudio em que afirma a um amigo que produtores de soja estariam financiando uma mobilização em Brasília, que pararia o país no dia 7 de setembro pela queda de ministros do STF e pela defesa do voto impresso, proposta defendida por Jair Bolsonaro e que foi, recentemente, derrotada na Câmara. “Se em 30 dias não tirarem os caras nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser. E a coisa tá séria”, disse o cantor no áudio vazado.

Política

Deputada Paulinha defende estudo da história das mulheres do campo e da cidade em Santa Catarina

Para a deputada Paulinha, estudar a história das Mulheres do Campo e da Cidade traz luz para o protagonismo feminino em Santa Catarina

Política

Câmara de Itajaí discute morte de animais marinhos em redes de pesca ilegais

Resultado do debate será apresentado no relatório final da audiência pública

Política

Ex-governador Raimundo Colombo recebe homenagem de vereadores de Navegantes

Câmara municipal aprovou por unanimidade moção de congratulações ao ex-governador

Mais notícias

mundo

Menina de 2 anos e bebê são abandonadas em matagal na fronteira dos EUA

Elas foram encontrados quando agentes que estavam em um barco notaram “uma cor incomum” na margem do rio

Segurança

Jovem de 24 anos morre após bater moto em carro na BR-282

Vítima pilotava uma Honda/Biz e morreu no local do acidente.