keyboard_backspace

Página Inicial

mundo

Elon Musk suspende acordo para compra do Twitter

Medida fez com que ações do Twitter desabassem

X
REUTERS/Dado Ruvic/Direitos Reservados

O empresário Elon Musk suspendeu “temporariamente”, nesta sexta-feira (13), seu acordo de US$ 44 bilhões para a aquisição do Twitter, enquanto aguarda dados sobre a proporção de contas falsas na rede social.

A medida fez com que as ações do Twitter desabassem 17,7%, para US$ 37,1, nas negociações de pré-mercado, o nível mais baixo desde que Musk divulgou a compra de fatia na empresa no início de abril.

Enquanto isso, as ações da Tesla subiram cerca de 5%. Musk, que é presidente-executivo da fabricante de automóveis elétricos, usou os papéis da companhia como garantia em financiamentos de US$ 6,25 bilhões para a compra do Twitter.

“O acordo com Twitter está temporariamente suspenso, pendente de detalhes que apoiem o cálculo de que contas falsas/spam de fato representam menos de 5% dos usuários”, disse Musk a seus mais de 92 milhões de seguidores no Twitter nesta sexta-feira.

No tuíte, Musk fez referência a uma matéria da Reuters, de 2 de maio, sobre estimativa do Twitter de que as contas falsas ou de spam representaram menos de 5% dos usuários ativos diários monetizáveis ​​durante o primeiro trimestre.

“Essa métrica de 5% já está disponível há algum tempo. Ele claramente já a teria visto… Portanto, pode ser mais parte da estratégia de reduzir o preço”, disse Susannah Streeter, analista da Hargreaves Lansdown.

A probabilidade implícita de fechamento do negócio no preço acordado de US$ 54,2 por ação caiu abaixo de 50% pela primeira vez na terça-feira, quando os papéis do Twitter recuaram abaixo de US$ 46,75.

Musk, o homem mais rico do mundo e que se autoproclama um absolutista da liberdade de expressão, disse que uma de suas prioridades seria remover os “bots de spam” da plataforma.

O Twitter não respondeu a um pedido de comentário. Os representantes de Musk ou a Tesla também não estavam disponíveis para comentar.

Musk tem criticado a política de moderação do Twitter. O bilionário quer que o algoritmo da rede social priorize os tuítes públicos e foi contra o excesso de poder na plataforma para empresas anunciantes.

A rede social afirmou que enfrenta vários riscos até que o acordo com Musk seja fechado, incluindo a manutenção de anunciantes em meio à “possível incerteza em relação a planos e estratégias futuras”.

Musk terá que pagar uma taxa de rescisão de US$ 1 bilhão se desistir do acordo.

Agência Brasil

Fonte: Clicsc

mundo

Dados apontam que queda de avião na China foi intencional

A aeronave se chocou contra uma montanha em março deste ano

mundo

Gerente de lanchonete é preso por urinar em milkshakes de clientes

Além disso, o homem está sendo investigado por pornografia infantil

mundo

Fenômeno Aphelion: Entenda a situação afasta a Terra do Sol prevista para julho de 2022

Fontes especializadas garantem que não estão previstos efeitos significativos no clima ou saúde no Planeta

mundo

Homem compra cofre antigo por R$500 e encontra R$125 mil dentro

O morador da Califórnia solicitou que o comprador devolvesse uma parte do lucro inesperado, mas o comprador se recusou

mundo

Jovem tem morte cerebral após acidente durante racha na saída de balada

Passageira de 15 anos do carro morreu no local do acidente

Mais notícias

Segurança

Polícia Civil e IMA apreendem aves sem registros em dois estabelecimentos de Palhoça

Os proprietários dos estabelecimentos irão responder pelo crime de maus-tratos a animais

Geral

Univali de Balneário Camboriú recebe o Intercom Sul de 16 a 18 de junho

O evento este ano tem como tema as Ciências da Comunicação contra a desinformação