keyboard_backspace

Página Inicial

mundo

Homem afirma ser viajante do tempo e diz que até o final de setembro humanidade viverá três eventos cruciais

Por meio de vídeos, Yormany publica as informações que, supostamente, veem do futuro

X
Imagem Ilustrativa

“Eu estou aqui para ajudar a humanidade. Há muito que você precisa saber”, essa é a biografia do perfil de Aery Yormany. Ele é um usuário que usa sua conta no aplicativo TikTok para afirmar que é um viajante do tempo e garante ter vindo diretamente do ano 2.714. Segundo o suposto viajante, a humanidade viverá três grandes eventos cruciais antes do final do mês de setembro.

Por meio de vídeos, Yormany publica as informações que, supostamente, veem do futuro. O primeiro evento aconteceria no meio de setembro, quando um extraterrestre deve levar 4 mil trabalhadores e crianças ao planeta Proxima Centauri B, O “viajante do tempo” diz ainda que cinco dias depois um furacão, o maior da história, golpeará a costa leste dos Estados Unidos, tornando-se o primeiro de categoria 6.

Finalmente, Yormany também afirmou que em 26 de setembro “um chimpanzé poderá falar, graças a uma mutação em suas cordas vocais, revelando coisas misteriosas”.

Agora é esperar para ver!

Fonte: Clicsc

mundo

Vídeo: Nicolas Cage bebe além da conta e é expulso de restaurante após ser confundido com morador de rua e arrumar confusão

O ator estava tentando arrumar confusão com funcionários locais depois de beber uísque e doses de tequila

mundo

Jovem morre após beber garrafa inteira de 1,5L de refrigerante

O caso foi divulgado amplamente pelo jornal Daily Mail, segundo informações do jornal, o jovem não teve o nome divulgado e foi internado horas depois de consumir o refrigerante

mundo

Mulher é presa suspeita de matar as três filhas de dois e seis anos

O marido da sul-africana foi quem encontrou as filhas mortas quando voltou para casa do trabalho

Mais notícias

Segurança

Poste cai e deixa dois trabalhadores feridos em Itajaí

Os funcionários trabalhavam quando o poste caiu e acabou atingindo os trabalhadores