keyboard_backspace

Página Inicial

Utilidade Pública

Nota de R$100 pode valer até R$ 5 mil; entenda quais são os critérios

Dependendo de certos detalhes, o poder de compra dessas cédulas pode ser significativamente maior

X
Imagem Ilustrativa
Siga-nos no google-news

Com exceção da nota de R$ 200, que se tornou uma raridade nas transações diárias, as notas de R$ 100 seguem como representantes de alto valor no cenário econômico brasileiro. No entanto, o que poucos sabem é que, dependendo de certos detalhes, o poder de compra dessas cédulas pode ser significativamente maior. O foco dessa valorização está nas notas da primeira família do real, especificamente as impressas no ano de 1994, marcando o início da circulação do real no Brasil.

Existem cinco versões dessas notas

Essas cédulas, apesar de serem utilizadas por muitos apenas pelo seu valor de face, são extremamente raras e, por isso, podem valer muito mais do que o valor impresso. André Rigue, um especialista renomado da comunidade numismática, aponta que existem cinco versões dessas notas, diferenciadas pelas assinaturas do ministro da Fazenda, do presidente da República e do presidente do Banco Central da época.

A nota pode valer até R$ 5 mil

Uma nota em condição de “flor de estampa”, termo usado para descrever cédulas em estado de conservação impecável, pode alcançar o valor de R$ 5 mil. Mas como identificar se você possui uma dessas preciosidades? A chave está na numeração, especialmente nos quatro primeiros números localizados na parte inferior direita da cédula. As notas que fazem parte da série entre 1199 e 1201 são particularmente valiosas devido à sua baixa tiragem.

Além das cédulas de R$ 100, outras peças numismáticas como moedas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016, que, apesar de nominadas em R$ 1, podem valer até R$ 300, e cédulas com peculiaridades específicas, como a ausência da frase “Deus seja louvado” ou um asterisco na numeração, também são de grande valor para colecionadores. Até mesmo um erro de impressão, como o caso de uma moeda de 50 centavos erroneamente marcada como de 5 centavos, pode fazer com que o valor de mercado salte para até R$ 1,8 mil.

Fonte: Clicsc

Sobre o autor:
Barbara
Barbara Machado
Barbara Machado, nascida em Florianópolis, jornalista no Visor Notícias com foco na redação. Mostrou paixão pela escrita desde os 9 anos, tendo sua poesia publicada em um livro da cidade. Encontrou sua vocação no jornalismo, adquirindo experiência em cobertura de eventos, participando de coletivas e muito mais, marcando sua trajetória com determinação, coragem e resiliência. Valoriza a precisão e a veracidade dos fatos, o que reflete sua curiosidade e responsabilidade no jornalismo.
Utilidade Pública

Balneário Camboriú lidera ranking de cidade com mais endereços registrados em SC

A falta de numeração nos endereços pode representar desafios significativos para a eficiência dos serviços públicos

Utilidade Pública

Avenida Nereu Ramos em Itapema terá sentido alterado a partir desta quinta-feira para sediar evento

A medida provisória ocorre devido às apresentações do 7º Encontro Internacional de Etnias

Mais notícias

Famosos

Top model catarinense estrela capa da revista americana “V”

O Brasil é destaque na capa da publicação norte-americana V, uma das mais aclamadas do mercado da moda, com a modelo natural de Aurora (SC) Maria Klaumann ao lado da consagrada Isabeli Fontana

Eventos

Ambiente ‘Terroir’ traz a viticultura para a CASACOR SC, em Itapema

Quem assina o espaço é a estreante Agnes Paola Picolotto; mostra de decoração segue aberta para visitação até 11 de agosto